Meio Ambiente

Foto: Fernando Alves

A ação integrada de sensibilização contra as queimadas e incêndios florestais no Tocantins ganhou reforço do Governo Federal, por meio do (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama). A parceria do órgão foi um dos temas da reunião realizada pela governadora em exercício Cláudia Lelis com os órgãos ambientais e de combate ao fogo que compõem a força-tarefa contra as queimadas do Tocantins. Na ocasião, os representantes dos dez órgãos envolvidos na ação debateram sobre a real situação das queimadas e pontuaram prioridades para os próximos dias de trabalho.

O reforço soma duas aeronaves do Ibama às atividades da força-tarefa, apoio oferecido pelo Governo Federal por meio do Ministério do Meio Ambiente (MMA). “O Ibama foi colocado à disposição para fazer uma gestão integrada com todos os órgãos envolvidos, unir forças e intensificar o trabalho que já vem sendo realizado”, pontuou o superintendente do Ibama no Tocantins, Lucas Santos Costa.

A secretária do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Meire Carreira, lembrou todo o esforço focado principalmente em prevenção já realizado até aqui. “Essa é uma ação que vem sendo executada desde julho, quando anunciamos, junto ao governador Marcelo Miranda, o que seria executado durante o período mais crítico, que foi a campanha educativa, essa força-tarefa e o combate com os brigadistas”, disse. Meire destacou ainda que a força-tarefa vem acontecendo nos municípios onde o monitoramento realizado identificou uma situação mais crítica. “A ação vem sendo realizada semanalmente de uma forma sistemática pra que a gente possa de fato sensibilizar a população, principalmente da zona rural, sobre o risco das queimadas, visando reduzir os focos de incêndio que infelizmente acabam sendo favorecidos pelo fator climático”, declarou.

A força-tarefa faz parte do esforço do Governo do Tocantins em reduzir o número de incêndios florestais no Estado e já passou pelos municípios de Palmas, Novo Acordo, Lagoa da Confusão e Formoso do Araguaia. Na terça-feira, 19, a equipe integrada por membros dos dez órgãos visita o município de Ponte Alta do Tocantins, onde a sensibilização visa alertar os produtores rurais e a comunidade sobre a importância de se evitar as queimadas neste período de seca.

“Eu não tenho dúvidas que essa força-tarefa e a união do Governo Federal com o Governo do Estado vai trazer resultados muito positivos não só para o meio ambiente mas principalmente para a população que sofre tanto com as queimadas nessa época de estiagem”, ressaltou a governadora em exercício Cláudia Lelis, lembrando que o Tocantins está prestes a completar 120 dias sem chuvas e sem previsão para a próxima quinzena. Ela enfatizou ainda a união de esforços em prol da causa, destacando que “o governador Marcelo Miranda tem ressaltado por onde tem passado a importância da união de todos, que trabalhando juntos podemos ir além das nossas expectativas. Com essa união de esforços a resposta vai vir muito mais rápido”.

Parceria

Os órgãos estaduais que se uniram para atuar na força-tarefa e atingir o maior número de pessoas são: Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Corpo de Bombeiros do Tocantins, por meio da Defesa Civil Estadual, Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), Instituto de Terras do Tocantins (Itertins) e Secretaria de Segurança Pública, por meio da Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes Contra o Meio Ambiente (DEMA), além do apoio do Exército Brasileiro e do Ibama.