Cursos & Concursos

Foto: Divulgação

A Comissão Geral de Aprovados no Concurso da Polícia Civil protocolou na última semana, ofício na Câmara Federal solicitando apoio dos parlamentares para a convocação dos 175 remanescentes no certame, do certame que foi realizado ainda em 2014.

Os aprovados visitaram o gabinete da deputada federal Josi Nunes (PMDB), pedindo apoio em busca das nomeações do restante dos aprovados. “Viemos solicitar apoio juntamente a vossa excelência para que lidere o nosso pleito acerca das nomeações do total de aprovados do concurso da Polícia Civil, junto ao nosso excelentíssimo senhor governador Marcelo Miranda”, frisou um trecho do documento.

Convocação

Na primeira convocação foram nomeados 248 aprovados. Já na segunda chamada 86 candidatos aprovados foram convocados, totalizando até o presente momento 334 nomeações, de 509 aprovados em todo o certame. Desta forma, 175 aprovados estão aptos para serem chamados, ou seja, um número bastante significativo para contribuir com a Segurança Pública do Estado.         

Para o candidato aprovado para o cargo de escrivão, Renato Feistler, fica a expectativa de convocação o mais rápido possível desses remanescentes. “Tendo em vista que o governo está cumprindo com as nomeações, levando em consideração que faltam apenas esse quantitativo de remanescentes para serem convocados, nós aprovados acreditamos muito que seremos nomeados ainda este ano. Estamos confiantes na gestão do governo, destacando a necessidade de escrivães de polícia junto às novas delegacias”, enfatiza Renato.

O candidato Lucas Rodrigues, aprovado para o cargo de delegado ressalta que as aposentadorias, que ocorreram desde a publicação do edital (39), somadas às previstas para o decorrer nos próximos meses e as desistências já oficializadas, num total de oito, resultará em um quantitativo de cargos vagos superior ao número de aprovados. “Destaco, por fim, que o governo inaugurou novas delegacias pelo Estado, maximizando a necessidade de novos Delegados por isso precisamos dessa convocação imediata”, menciona.