Saúde

Foto: Divulgação

O Hospital Geral de Palmas (HGP), o único da região norte a integrar o Plano de Desenvolvimento e Planejamento Estratégico (PDE) para a Melhoria do Serviço de Pronto-Socorro do Ministério da Saúde (MS), recebeu nesta terça-feira, 3, a primeira devolutiva do Diagnóstico de Desempenho Operacional do Serviço de Urgência, um projeto que visa reduzir a superlotação e o tempo de permanência do paciente na unidade. O HGP integra o projeto-piloto do Ministério, juntamente com outros 5 estados brasileiros. O diagnóstico foi apresentado pela equipe de consultoria do Hospital Sírio Libanês, na Secretaria de Saúde.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Marcos Musafir, foi apresentada uma parte inicial do relatório que apontou que é possível aperfeiçoar e melhorar a qualidade do atendimento mexendo nos processos internos de trabalho, “os dados nos mostram que o Hospital tem condição material, medicamentos, profissionais qualificados e competentes para operacionalizar ações que vão resultar num tratamento melhor para o paciente”, disse.

Como exemplo das melhorias ocorridas no Hospital desde o início da atual gestão, Musafir citou a redução do fluxo de pacientes na sala vermelha da unidade. “Como vimos nos números apresentados durante a devolutiva, temos apenas um paciente na sala vermelha. No início da gestão, esse número chegava a 25. Isso é resultado de otimização, giro do leito, treinamento e melhoria nos processos de trabalho. Gestão e organização que resultam em um melhor serviço prestado à comunidade”, disse o secretário.

“O Plano de Desenvolvimento Estratégico é de fato um momento singular na gestão hospitalar, material rico que colabora em a gestão de insumos, informação, junção de esforços e governança”, disse o médico consultor do PDE, Gilberto Scarazatti.

De acordo com o diretor geral do HGP, Daniel Hiramatsu, o próximo passo será apresentação do diagnóstico para equipe das principais áreas de atuação do Hospital, com objetivo de melhorar processos de trabalho, o que pode impactar no tempo de atendimento e maior disponibilidade de leitos, reforçando a necessidade de oferecer um serviço cada vez melhor e atendimento humanizado aos pacientes.

HGP

O Hospital Geral de Palmas se consolidou como uma unidade de média e alta complexidade, referência para o atendimento em todo o Tocantins e estados vizinhos. A unidade oferece 30 especialidades médicas e, só no pronto-socorro, são atendidos em média três mil pacientes por mês.