Polí­tica

Foto: Divulgação

A deputada federal professora Dorinha Seabra Rezende (Democratas/TO) festejou a liberação de mais de R$ 1,2 bilhões para universidades e institutos federais e a garantia de 100% do custeio da Assistência Estudantil para 2017, realizada pelo MEC. “O investimento em educação é o melhor investimento”, assegurou.

Dorinha destacou o montante destinado ao Estado, contemplando a Universidade Federal do Tocantins (UFT) e Instituto Federal Tecnológico (IFTO). A primeira foi beneficiada com R$ 2.080.967,00 para custeio, R$ 3.507.652,00 para assistência estudantil e R$ 3.004.920,00 para investimento, totalizando R$ 8.593.538,00. Já o IFTO com R$ 1.742.310,00 de custeio, R$ 1.496.158 para assistência estudantil e R$ 575.111,00 para investimento, um total de R$ 3.813.579,00. “São recursos que, quando empenhados, vão contribuir para que as nossas instituições continuem na busca da excelência em educação”, disse a democrata.  

Além desses recursos de autorização de empenho, o MEC liberou também valor de limite de autorização para despesa pública (autorização de pagamento). Nesse caso, os recursos para os câmpus da UFT são de R$ 4.796.500,00 e R$ 3.876.607,00 para o IFTO.

Os recursos liberados pelo MEC nesta quinta-feira, 05, totalizam mais R$ 1,2 bilhão para as universidades e institutos federais em todo o País. O valor corresponde ao repasse financeiro para as instituições federais, 100% da assistência estudantil e ao aumento de 5% no limite de empenho do orçamento para custeio e 10% para investimento. 

Dessa forma, o limite para empenho liberado de custeio aumenta de 80% para 85% e de investimento de 50% para 60%.