Polí­cia

Foto: Rondinelli Ribeiro Julgamento foi realizado na 1ª Vara Criminal de Porto Nacional, Julgamento foi realizado na 1ª Vara Criminal de Porto Nacional,

O réu Orlando E. C., 26 anos, foi considerado culpado pelo Tribunal do Júri de Porto Nacional, pela tentativa de homicídio de Eliana Nara dos Santos Oliveira Albuquerque em sessão realizada na segunda-feira (16/10). 

Segundo a ação, a tentativa de homicídio se deu em razão de brigas de gangues rivais na cidade. O réu é acusado de ter conduzido uma motocicleta, por volta das 13h35min do dia 20 de julho de 2016, até a Praça Frei Reginaldo, onde a vítima se encontrava, e ter disparado tiros contra ela, que escapou do atentado.

A condenação dos jurados considerou duas qualificações do crime: por motivo torpe (briga de rivais) e recurso que dificultou a defesa da vítima (ela estava desarmada e desprevenida quando foi atacada de surpresa e não pode oferecer qualquer reação).

Na sentença com o resultado do julgamento, publicada nesta quinta-feira (19/10), o juiz Alessandro Hofmann Teixeira Mendes, da 1ª Vara Criminal de Porto Nacional, fixou a pena em sete anos de prisão. Como o réu é reincidente, o juiz aumentou a pena para oito anos de prisão, a ser cumprida em regime fechado, na Casa de Prisão Provisória local.