Economia

Para apoiar o empresário que não pode fechar as portas para a busca de capacitações e orientação empresarial, o Sebrae conta com o Programa Negócio a Negócio. Até o final do mês de novembro, os consultores atuarão gratuitamente no ambiente empresarial. O atendimento é gratuito para Empreendedores Individuais e os donos de microempresas. Mais de 2800 empresas tocantinenses já receberam as visitas dos agentes do Sebrae.

A proposta dos Agentes de Orientação Empresarial do Programa Negócio a Negócio é visitar as empresas para fazer um diagnóstico e oferecer soluções na melhoria da gestão. As visitas devem destacar temas como Finanças, Mercado, Planejamento, Organização e Pessoas. No Tocantins, além da capital, os atendimentos serão nos seguintes municípios: Araguaína, Gurupi, Formoso, Alvorada, Sítio Novo, São Miguel, Itaguatins, Araguatins, Axixá, São Bento, Tocantinópolis, Aguiarnópolis, Palmeiras, Paraíso, Pugmil e Santa Rita Paraíso, Divinópolis, Caseara e Barrolândia.

O atendimento é dividido em três visitas. No primeiro encontro é feito um diagnóstico para avaliar questões básicas de gestão, operação e finanças. Depois, o agente entrega uma devolutiva ao empresário, com sugestões de melhorias e um plano de ação. Por fim o agente verifica e acompanha a implantação das melhorias sugeridas anteriormente. O Negócio a Negócio é uma estratégia aproximativa de atendimento empresarial destinada a orientar, esclarecer e promover a inclusão empresarial dos Empreendedores Individuais e empresários de microempresa, por meio de orientação empresarial, plano de ação e consultorias.

De acordo com a gestora do Negócio a Negócio do Sebrae, Eligeneth Resplandes, o programa atende empreendedores que não podem fechar as portas para ir até o Sebrae obter treinamentos e capacitações.  " O atendimento é totalmente gratuito, e os empresários são indicados a participar através do call center ou pelos próprios agentes ao se depararem com um estabelecimento que se enquadre nas características do programa. As sugestões são elaboradas de acordo com a realidade encontrada em cada negócio", explica Eligeneth. 

Por: Redação

Tags: Eligeneth Resplandes, Sebrae