Polí­tica

Foto: Clayton Cristus

A Catedral de Nossa Senhora das Mercês, principal marco histórico do município de Porto Nacional, está em condições críticas. O alerta foi feito pelo deputado Paulo Mourão (PT), que apresentou um requerimento, em regime de urgência, à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, na sessão desta quarta-feira, dia 1º. Ele solicita ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan/Tocantins), providências emergenciais para preservar o prédio.

Segundo o parlamentar, com a chegada do período chuvoso, os problemas da catedral tendem a aumentar, devido à precariedade da sua estrutura. Para ele, a situação oferece risco aos frequentadores, conforme vídeo gravado pela população. Mourão alega ainda  que, além das goteiras, o local está infestado por morcegos.

O requerimento deve entrar na ordem do dia da próxima sessão ordinária, prevista para terça-feira, dia 7, no período da tarde.

A construção da catedral foi iniciada em 1884 e inaugurada em setembro de 1904. O templo foi idealizado pelos padres dominicanos que vieram da Franca. Sua estrutura é composta de tijolo, pedra canga e madeira.

Ela está situada no centro histórico da cidade e abriga a imagem da santa padroeira de Porto Nacional, Nossa Senhora das Mercês. A maioria das imagens sacras do seu acervo foi trazida da França e de Belém do Pará.

Centro Histórico

Segundo dados do Iphan, o Centro Histórico de Porto Nacional foi tombado em 2008. A área delimitada abrange cerca 250 edificações erguidas no período colonial, conjuntos, ruas, largos e praças, incluindo a Avenida Beira Lago e o entorno da Catedral Nossa Senhora das Mercês.