Estado

Foto: EBC O ministro Osmar Terra participará da abertura do Congresso Estadual de Políticas sobre Drogas na Contemporaneidade O ministro Osmar Terra participará da abertura do Congresso Estadual de Políticas sobre Drogas na Contemporaneidade

O ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, participará da abertura do Congresso Estadual de Políticas sobre Drogas na Contemporaneidade no próximo dia 23, às 8 horas, no auditório do Tribunal de Justiça (TJ) do Tocantins. Ele ministrará uma palestra com o tema “A Importância da Intersetorialidade na Política sobre Drogas”, logo após a abertura, às 10h30. A realização do Congresso é da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), por meio da Superintendência de Ações Sobre Drogas, em parceria com a Escola Superior da Magistratura Tocantinense (Esmat).

O Congresso fará parte da programação da 15ª Semana Estadual Sobre Drogas do Tocantins, que acontecerá entre os dias 23 e 24 de novembro, e terá como slogan “Desafios do Cuidado em Abuso do Álcool e Outras Drogas”. Com uma programação diversificada, o Congresso vai levantar reflexões para o fortalecimento das políticas públicas sobre drogas no Tocantins e também apresentar ações de planejamento, gestão e avaliação de dados para potencializar as ferramentas para prevenção, redução de danos e tratamento de pessoas que têm problemas com álcool e outras drogas.

Durante a realização do evento ainda serão apresentados os resultados da pesquisa domiciliar e institucional sobre o uso de álcool e outras drogas no estado do Tocantins. A pesquisa, financiada pela Seciju e coordenada e executada pela Unitins, traça um perfil socioeconômico do usuário e apresenta políticas públicas de atenção, respondendo a um dos eixos da Política Nacional sobre Drogas, que baseia-se na importância da produção e difusão do conhecimento.

O superintendente de Ação Sobre Drogas da Seciju, Júnior Américo, destaca que esse é um momento singular na política sobre drogas no estado. “Vamos receber autoridades e especialistas de todo o Brasil para discutir os quatro eixos da política sobre drogas, que são: prevenção, tratamento, reinserção social e repressão” explica.

Todos os interessados podem se inscrever para participar do Congresso por este link. Serão ofertadas 660 vagas para a comunidade em geral, destas 400 para ouvintes de auditório, em Palmas, e mais 260 vagas para as comarcas espalhadas pelo estado que participarão do evento por vídeo-conferência. O evento conta com o apoio técnico-científico do Centro Regional de Referência sobre Drogas – CRR/UFT/Centro-sul e Unitins. Toda a programação com horários e palestras pode ser acessada clicando aqui