Esporte

Foto: Philipe Bastos

Depois de três dias de disputas nas modalidades individuais dos Jogos Escolares da Juventude, os atletas tocantinenses voltam para casa com bons resultados e mais experiência na bagagem. A maior competição interescolar do Brasil segue em Brasília/DF até o próximo dia 25, agora com as modalidades coletivas como Basquetebol, Futsal, Handebol e Voleibol.

Ainda neste domingo, 19, último dia de competições individuais, a ciclista Ana Beatriz Nunes Nazeozeno, do CEM Arizinho, de Gurupi, ficou na quarta colocação na prova por pontos, mesma classificação que havia conseguido na prova de estrada, no sábado. Ter chegado perto do pódio foi motivo de alegria da ciclista que também havia ficado próxima a uma medalha na prova contra o relógio, na sexta-feira, menos de cinco segundo atrás da primeira colocada.

“Por ser uma atleta brasileira representando há muito tempo o Tocantins, não foi dos melhores, mas consegui boas colocações. Fiquei muito feliz com mais essa oportunidade de competir nos Jogos”, destacou a atleta.

Participação muito positiva também foi registrada na Ginástica Rítmica, com a 9ª colocação de Geovana Silva, aluna da Escola Estadual Frederico Pedreira Neto, de Palmas. Com a maior pontuação já registrada entre as ginastas tocantinenses, os 7,400 conquistados por Geovana a colocaram como a melhor participante da modalidade pelo Tocantins.

“Para mim foi uma satisfação participar mais uma vez dos Jogos Escolares da Juventude e uma alegria conseguir a marca de 7,400. Estou feliz porque foi a primeira vez que o Tocantins consegue uma classificação como esta”, destacou.

Para Janayna Murta, técnica da GR, a pontuação e a classificação final de Geovana nos Jogos de 2017 foi motivo de grande orgulho para o Tocantins. “Depois de muito planejamento e durante o ano posso dizer que fizemos história na GR do Tocantins. Nós não conquistamos medalha, mas depois de muitos anos participando nos jogos escolares da juventude, digo porque já participei como atleta e lembro das dificuldades, conquistamos a maior nota na história do Tocantins nos jogos, quase ficou entre as 8 finalistas”, completou.

Para a técnica, a superação foi o ponto alto da apresentação da ginasta tocantinense. “Ela teve uma falta grave durante a coreografia, deixou as maças caírem e perdeu muitos pontos nas faltas técnicas e artísticas e perdeu o passo de dança que estava executando, mas ela conseguiu voltar para a coreografia e executou todo o restante corretamente”, pontuou.

No Atletismo, Carlos Eduardo Gomes, do Centro de Ensino Médio Professora Antonina Milhomem, de Araguatins, enfrentou a chuva fina e o clima frio para conseguir a quarta colocação nos 3000 m. Já Kamila Soares, do Colégio Cristo Rei, de Pedro Afonso, conquistou a sétima colocação na final do Salto em Altura.

Modalidades coletivas

O ônibus com as equipes que disputam as modalidades coletivas dos Jogos deve chegar a Brasília nesta segunda-feira, 20. Durante a próxima semana, os representantes do Tocantins entram em quadra para competir em quatro modalidades, Basquetebol, Futsal, Handebol e  Voleibol, nas categorias masculino e feminino. 

Por: Redação

Tags: Esporte, Jogos Escolares da Juventude