Cursos & Concursos

Foto: Divulgação

Com objetivo de incentivar a preservação do bioma e fomentar a geração de renda dos agricultores familiares, o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) promove três cursos sobre processamento de frutos do cerrado.

A ação é parte do Projeto Cerrado-Jalapão e constitui uma alternativa ao uso do fogo, por meio da conservação das árvores nativas e do extrativismo. De acordo com a gerente de Meio Ambiente do Ruraltins, Dryelly Rodrigues os cursos irão acontecer em Rio da Conceição, Formoso do Araguaia e Mateiros, municípios integrantes do Projeto. “Por meio do curso pretende-se mostrar o aproveitamento de frutos do cerrado, bem como, várias formas de utilizá-los como fonte de alimentação, a partir da elaboração de doces, compotas, geleias e outros tipos de preparo culinário”, disse a gerente.

Os cursos beneficiarão no total cerca de 60 produtoras que vão aprender a fazer bolos, sorvetes, geleias, licores e vários outros produtos utilizando frutos como, cajuí, jatobá, macaúba, mangaba e murici. “A oficina terá ainda uma parte voltada para as boas práticas de fabricação, abordando sobre a higienização, o manuseio, embalagem e conservação dos alimentos”, concluiu Dryelly Rodrigues.

Em Rio da Conceição o curso tem inicio nesta terça-feira, 21, e segue até a sexta-feira, 24, no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). Após este município, a capacitação seguirá para Formoso do Araguaia, de 27 a 02 de dezembro, na sequencia será a vez de Mateiros.

Cerrado Jalapão

O Projeto Prevenção, Controle e Monitoramento de Queimadas Irregulares e Incêndios Florestais no Cerrado, conhecido como Projeto Cerrado-Jalapão, é fruto da cooperação entre Brasil e Alemanha e visa aprimorar o Manejo Integrado do Fogo (MIF) no Cerrado, contribuindo para a conservação da biodiversidade, para a manutenção do Bioma como um sumidouro de carbono de relevância global e para a redução de emissões de gases de efeito estufa.

Fruto de cooperação entre o Ministério do Meio Ambiente do Brasil (MMA) e o Ministério Federal do Meio Ambiente, Proteção da Natureza, Construção e Segurança Nuclear da Alemanha (BMUB), por meio da Iniciativa Internacional de Proteção ao Clima (IKI), o Projeto Cerrado-Jalapão tem como parceiros brasileiros o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Tocantins (Semarh), o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), o Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Tocantins (Ruraltins) e, como gestora financeira, a Caixa Econômica Federal (Caixa).

O Projeto conta ainda, com o apoio da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável, por meio da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH, e com a Cooperação Financeira Alemã, por meio do Banco Alemão para o Desenvolvimento (KfW). 

Por: Redação

Tags: Cursos e Concursos, Ruraltins, campo