Estado

Foto: Divulgação Sisepe

O repasse no valor de R$ 10,5 milhões, que está atrasado, estará na conta dos prestadores de serviço até o fim desta semana. Foi o que garantiu o secretário estadual de Administração, Geferson Barros, durante a reunião da Comissão de Reestruturação do Plansaúde realizada na manhã desta terça-feira, 21. O valor deveria ter sido pago nesta segunda-feira, dia 20.

A promessa de quitação do débito afastou a possibilidade de mais uma paralisação do atendimento da rede credenciada. Presentes à reunião, o Sindicato dos Médicos (SIMED) e o Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos (SINDESSTO) garantiram que o atendimento aos beneficiários do Plansaúde continuará acontecendo regularmente.

Para evitar mais atrasos um novo cronograma de pagamentos foi formalizado em uma audiência judicial realizada na segunda com representantes da Sefaz e Secad. Foi pactuado que os repasses ocorrerão nas seguintes datas: 24 de novembro; 30 de novembro; 15 de dezembro; 28 de dezembro; e 10 de janeiro, quitando os pagamentos em atraso do mês de referência 7.

Credenciamento

Também na reunião foi discutido o edital de credenciamento dos prestadores de serviço publicado no Diário Oficial do Estado nº 4.992 da última sexta-feira, 17. Foi deliberado que os terão até o dia 24 de novembro  para apresentar sugestões de modificação deste edital. 

Deverão fazer o credenciamento os prestadores de serviço que pretendem continuar atendendo pelo Plansaúde após a finalização do contrato com a Unimed Centro-oeste e Tocantins que termina no dia 12 de janeiro de 2018.

Participaram da reunião, representando o Sindicato dos Servidores Públicos no Estado do Tocantins (SISEPE-TO,) Milton Rocha, vice-presidente; Clayrton Cleiber Xavier, Secretário Geral; e Luiz Carlos Benedito, Diretor de Formação Técnica e Qualificação Profissional.