Polí­tica

Foto: Divulgação

Na última quarta-feira, 22, o vereador professor Júnior Geo (PROS) protocolou junto à Câmara Municipal de Palmas requerimento que solicita ao Executivo a elaboração de políticas públicas de educação no trânsito de Palmas. O objetivo da solicitação é promover a conscientização da sociedade em relação às leis de trânsito.

Só neste mês foram registrados três casos de atropelamento de atletas na capital. Entre eles, o caso dos médicos e triatletas Pedro Caldas e Moacir Naoyuk Ito que foram atingidos no último dia 12 enquanto treinavam, e mais recentemente, o caso do professor de educação física Marco Túlio Pereira de Sousa, atropelado por um carro de passeio no momento em que treinava um grupo de ciclistas.

Durante a sessão, o vereador destacou a importância de ações educativas nas instituições de ensino e na mídia. “Nós temos que conscientizar a sociedade sobre a necessidade de se respeitar o próximo. Mas a conscientização em relação ao trânsito a respeito ao próximo não se restringe apenas ao ciclista, não se restringe apenas aos pedestres, mas também ao estacionamento que é exclusivo a gestantes, deficientes físicos e idosos”, afirmou Geo.

Na ocasião, o vereador também questionou sobre a destinação do dinheiro arrecadado pelo município. “Nós temos uma forte arrecadação do município de Palmas em relação a multas de trânsito e não sabemos se esse dinheiro referente às multas está sendo utilizado para conscientizar a sociedade. É necessário rever conceitos, é necessário rever o uso do dinheiro público para que possamos ter o trânsito que queremos”, afirmou o parlamentar.