Meio Ambiente

Foto: Divulgação

Nesta terça-feira, 12, a supervisão do Escritório Regional do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) em Arapoema apresentou um balanço da fiscalização realizada entre os dias 7 a 9 deste mês, nos municípios de Pau D'arco, Couto Magalhães e Juarina. Também receberam a visita da equipe de fiscalização as comunidades Garimpinho e o povoado Couto Velho.

Cerca de 700m de rede foram apreendidos na operação aquática, os responsáveis pelo material de pesca não foi identificado pois haviam evadido o local. Em Couto Velho um morador que não possuía a licença de Passeriforme do Naturatins fez a entrega voluntária de três pássaros, entre eles, 2 curiós e 1 canário que foram encaminhados para Centro de Triagem de Animais Silvestres, em Araguaína.

O superintendente de Gestão Ambiental do Naturatins, Natal Cesar Alves de Castro, esclarece que a fiscalização no período da piracema permanecerá ocorrendo por vias terrestres, aquáticas, além dos esporádicos monitoramentos aéreos. "As abordagens nas ruas, estradas, rodovias e cursos d'águas no território tocantinense tanto serão efetuados para vistoria e fiscalização, quanto para realização de um trabalho de educativo que busca a sensibilização dos visitantes e da comunidade pesqueira. O período da piracema se estende até o dia 28 de fevereiro de 2018 e a finalidade da blitz é evitar ações predatórias, para recomposição do nosso estoque pesqueiro", destacou o superintendente.

O diretor de Proteção e Qualidade Ambiental do Instituto, Aldaires Pacheco, relacionou os resultados ao planejamento das ações. "Essa ações representam o desdobramento de um planejamento detalhado que o Naturatins está implementando no âmbito da fiscalização ambiental. Os resultados estão sendo satisfatórios. A sociedade tem sido fundamental nesse processo em função das denúncias encaminhadas ao órgão que representa um termômetro para execução das nossas ações. Solicitamos a sociedade que cuide dos recursos naturais e respeite o período de defeso", relatou Pacheco.

O diretor de Administração e Finanças do Instituto, João Ricardo, afirmou que em atendimento as recomendações do presidente Herbert Brito Barros (Buti) todas as iniciativas e operações do Naturatins vem recebendo atenção dedicada para oferta de apoio logístico, tecnológico e de equipamentos específicos ao atendimento das demandas que se apresentam, priorizando a segurança de nossas equipes e o sucesso das ações.

Blitz

O supervisor do Naturatins de Arapoema, Kesley Carvalho avaliou o desempenho da operação. "Em apenas três dias a equipe alcançou bons resultados. O trabalho de monitoramento nos rios, principalmente nesse período de piracema são frequentes, as vistorias estão sendo feitas. O nosso objetivo não é punir, multar ou provocar prejuízo, mas nós temos a obrigação de cumprir a legislação para manter a qualidade ambiental dos locais que estão sendo fiscalizados. Muitas vezes pequenos cuidados podem evitar transtornos como respeitar a distância das margens dos rios para instalação de estruturas, o tipo de material utilizado e estar em dias com suas licenças", declarou.

Contando com o apoio da comunidade o Naturatins disponibiliza o Linha Verde 0800 63 1155 para denúncia de crime ambiental, solicitação de resgate de animais silvestres ou ainda para realização de entregas voluntárias.