Educação

Foto: Elias Oliveira/ Seduc

Gestores escolares avaliam o ano letivo de 2017 como muito positivo, principalmente, pelo avanço no ensino e na aprendizagem após a implantação da Proposta Pedagógica da Secretaria da Educação, Juventude e Esportes. Entre essas ações inovadoras de 2017, estão a implantação da disciplina de Redação e de Inglês em todos em todas as séries, houve o aumento das aulas de Língua Portuguesa e Matemática e inseridas aulas de Química e Física nas turmas do 9º ano do ensino fundamental.

O diretor José Antônio Aguiar Gama, do Colégio Estadual São José, em Palmas, destacou as mudanças e o trabalho realizado durante o ano. “Ter esse direcionamento pedagógico, contar com acompanhamento sistemático nos ajudou a realizarmos um trabalho com mais qualidade”, disse.

A Escola São José teve um trabalho diferenciado durante o ano, se destacou nas ações do Programa Ensino Médio Inovador (Proemi); contou com a aluna Ana Clara Damas, na semifinal do Programa Jovens Embaixadores; teve a parceria de Alice Cabon, que viajou todos os países da América e contou sua experiência para os alunos; contou com a parceria do coaching Alex Cabon,  que realiza com alguns alunos habilidades para o desenvolvimento de protagonismo juvenil.

Além disso, foram desenvolvidas atividades do projeto Mala de Leitura, do projeto Laboratório de Ciências, com a plantação de milho, batatas e mandiocas; realização de simulados para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem); realização de aulas extracurriculares por meio de parcerias, entre outras ações.

Escola Estadual Liberdade

Na Escola Estadual Liberdade, a gestora Maria Nazaré Rodrigues, ressaltou que este ano, a instituição de ensino conseguiu realizar todas as etapas do Projeto Político Pedagógico. “Iniciamos o ano letivo com todos os professores no processo de formação continuada. Isso foi muito bom, porque eles começaram as atividades com objetivos a alcançar e conhecendo a realidade da escola. Conseguimos alcança as metas de aprovação de 88% para os alunos do ensino fundamental e 92% para os estudantes do ensino médio.

A equipe encerrou o ano letivo com a distribuição de 40 cestas básicas para as famílias carentes da comunidade escolar. “É uma ação que reflete a nossa gratidão pelo sucesso de nossas atividades e a necessidade mostrarmos a solidariedade para com o próximo”, comentou Maria Nazaré.

Escola Duque de Caxias

A equipe da Escola Estadual Duque de Caxias, localizada em Taquaruçu, se superou. Durante o ano, foram realizadas 15 aulas campos. A escola conseguiu levar os estudantes da 3ª série do ensino médio para uma visita cultural e turística a Brasília; outras turmas visitaram o Parque do Lageado, o projeto de Viveiros da Prefeitura de Palmas, a cidade histórica de Porto Nacional. Além disso, a unidade escolar completou 70 anos de história e numa semana de comemorações reuniu os alunos de várias décadas e realizou um desfile cívico militar para ressaltar a importância da instituição de ensino na comunidade de Taquaruçu.

“Este foi o grande ano da Escola Estadual Duque de Caxias”, frisou Maximiano Santos Bezerra. A escola se destacou nas realizações de atividades culturais e foi palco do Movimento pela Vida.

Em Lagoa do Tocantins

A gestora da Escola Estadual Salmon do Amaral Brito, localizada em Lagoa do Tocantins, Aline Teixeira Santos, esclareceu que este foi um dos anos mais produtivos. “Com uma proposta pedagógica para nortear o trabalho, focamos mais no ensino e na aprendizagem dos conteúdos básicos. Antes eram muitos projetos que tínhamos que executar e com isso, não conseguíamos cumprir todas as etapas do Projeto Político Pedagógico”, explicou.

Aline também ressaltou a importância das atividades de alinhamento dos conteúdos, de fortalecimento da aprendizagem, trabalho este realizado individualmente com cada aluno para que ele avance na compreensão dos conteúdos. Aline também aprovou o calendário escolar, com retirou as aulas nos sábados. “Temos muitos alunos provenientes da zona rural e era difícil para eles estarem na escola. Estamos satisfeitos com o trabalho realizado em 2017”, frisou.

Por: Redação

Tags: Secretaria Estadual da Educação