Polí­tica

Foto: Koró Rocha

O presidente do Partido dos Trabalhadores no Estado do Tocantins, deputado estadual José Roberto Forzani afirmou nesta quinta-feira, 21, em entrevista ao Conexão Tocantins, que o partido já sentou com a senadora Kátia Abreu (Sem Partido) para conversar, mas ainda não se discutiu a formação de um bloco político visando as eleições do próximo ano, onde a senadora já se colocou como pré-candidata ao Governo do Estado, assim como o deputado estadual petista, Paulo Mourão.

Segundo Forzani, a direção estadual do PT já conversou com PHS, PROS, PSC, SD e outros dois partidos que ele não quis adiantar e planejam o lançamento de um bloco com sete partidos, no mês de janeiro, visando as eleições 2018. O PHS tem como pré-candidato ao Governo o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, Mauro Carlesse.

O presidente do PT estadual ainda informou que as lideranças do partido que declararam apoio à formação do bloco PT/PSD tendo a senadora e o deputado Paulo Mourão como pré-candidatos não fazem parte da equipe que está em negociação com os partidos. “Estes companheiros não representam a posição do partido, o fato é que o PT quer dar uma grande votação para o presidente Lula e fazer um deputado federal”, frisou.

Segundo Forzani, ele ainda não sentou para conversar com o PSD, cujo presidente estadual é o deputado federal Irajá Abreu, filho da senadora. “Com o presidente do PSD ainda não conversamos, com a senadora já sentamos. Temos todo o interesse”, disse o petista, que ainda declarou ser “muito disciplinado” nos posicionamentos partidários.