Estado

Foto: Divulgação Vereador foi recebido pela secretária municipal de Administração de Gurupi, Mounira Alves Hawat Vereador foi recebido pela secretária municipal de Administração de Gurupi, Mounira Alves Hawat

Os servidores da Prefeitura de Gurupi começam mais um ano sem implementação do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração dos Servidores. O plano foi aprovado em dezembro de 2015 e nele constava a necessidade de criação da comissão de enquadramento funcional para poder gozar dos benefícios adicionais aos salários de cada servidor e que essa comissão apresentaria o enquadramento até início de outubro de 2017. Entretanto, de fato, isso que não ocorreu, o que levou à intervenção do vereador Sargento Jenilson (PRTB) que defende a imediata implementação desses benefícios aos servidores públicos concursados.

“Não podemos desrespeitar os direitos dos servidores que estão lutando há mais de 6 anos para aprovação, implementação e então poder receber esse benefício”, disse o vereador Sargento Jenilson.

O vereador informa que reuniu-se com a secretária municipal de Administração de Gurupi, Mounira Alves Hawat, no início de dezembro, visando buscar informações quanto a implementação do Plano de Carreira dos Servidores e na reunião a secretária informou, segundo o vereador, que ainda não tinha nada em andamento ou formatado para apresentar aos colaboradores efetivos da Prefeitura de Gurupi.

Ainda em dezembro, a secretaria de Administração encaminhou reposta ao oficio do gabinete do vereador, esclarecendo que já estava criada a Comissão de Enquadramento e revisão dos servidores efetivos para ter início em janeiro de 2018. Porém a gestora informou, segundo Jenilson, que ainda não havia previsão de conclusão desse enquadramento funcional e progressivo para que os servidores possam gozar das progressões vertical e horizontal já nos proventos de janeiro de 2018, que deve ser pago no início de fevereiro próximo.

Segundo o vereador, a gestora informou que será apresentado aos colaboradores para que façam suas revisões até que seja feito a publicação definitiva dos enquadramentos dos mais de 1.600 agentes públicos efetivos que atualmente estão vinculados ao poder executivo de Gurupi.