Estado

Foto: Divulgação

A fim de reduzir os acidentes de trânsito e com o objetivo de desenvolver ações de prevenção, fiscalização e resposta a incidentes que envolvam ou coloquem em risco a vida humana, durante a festa de carnaval, de acordo com o Plano Estadual de Segurança Viária, teve início nessa segunda-feira, 5, e segue até o próximo dia 13 de fevereiro, terça-feira de carnaval, a Operação Segurança Viária. A ação conta com a participação de diferentes instituições federais, estaduais e municipais, entre elas o Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins (CBMTO).

“O Corpo de Bombeiros atuará colaborando na parte educativa da ação, durante as blitzs educativas, com a distribuição de informativos. A finalidade é conscientizar a população sobre o perigo de dirigir alcoolizado, não respeitar a quantidade de passageiros permitida para os veículos ou não usar o cinto de segurança. São esses fatores que nós percebemos que geram os acidentes”, disse o comandante do 1º Batalhão de Bombeiros Militar (1ºBBM), em Palmas, major Erisvaldo Alves. 

Também participarão da ação o 2ºBBM de Taquaralto, o 3ºBBM de Gurupi, a 5ª Companhia de Bombeiros Militar (5ºCBM) de Porto Nacional e a 2ª Companhia de Dianópolis na Região Sudeste do Estado.

Ações

Entre as ações desenvolvidas pela Operação Segurança Viária, em todo o Tocantins, estão palestras, blitzs educativas com panfletagens e operações preventivas.   

“É importante conscientizar a população, para tentarmos diminuir o número de acidentes e, consequentemente, feridos e mortos nesse período do ano. É um momento de festa, e a intenção é que as pessoas se divirtam”, enfatizou major Alves.

Instituições

Além do CBMTO, participam da operação a Polícia Militar do Tocantins (PM); a Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto); o Departamento de Transito do Tocantins (Detran-TO); a Secretaria Estadual da Educação, Juventude e Esportes (Seduc); a Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP); a Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana (Sesmu) de Palmas; a Polícia Rodoviária Federal (PRF), no Tocantins e também os órgão municipais de trânsito.