Economia

Foto: Madson Maranhão A soja permaneceu como o produto mais exportado A soja permaneceu como o produto mais exportado

A Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO) divulga nesta sexta-feira, 09/02, os resultados da Balança Comercial referente ao ano de 2017. As exportações em 2017 aumentaram 50% em relação ao ano de 2016, totalizando US$ 951,3 milhões. Seguindo a mesma linha, o número de importações também foi positivo neste ano, quando comparado ao ano anterior, com um crescimento de 85% e um total de US$ 216,2 milhões. Com estes números, o saldo final da Balança Comercial (exportação menos importação) teve um aumento de 42% em relação a 2016 ao alcançar o valor de US$  735,1 milhões. A análise completa, feita pelo Centro Internacional de Negócios da Federação a partir de dados cedidos pelo Governo Federal (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), está disponível no Portal da Fieto por meio do link Estudos e Pesquisas.

Os principais parceiros comerciais do Tocantins são a China, Espanha e EUA. Nas exportações, a China aparece em 1º lugar com participação de 58,18% do total de exportações com produtos como: sementes e frutos oleaginosos, grãos, sementes e frutos diversos, plantas industriais ou medicinais, palhas e forragens, peles e couros. Já nas importações, os EUA se destacam como principal parceiro destacando-se produtos como combustíveis e óleos minerais e produtos da sua destilação, matérias betuminosas, ceras minerais, preparações alimentícias diversas e produtos farmacêuticos, representando 41,55% do total do estado.

A soja permaneceu como o produto mais exportado. Do total de US$ 951 milhões, US$ 756 milhões foram gerados de derivados da soja representando 79% entre os principais produtos exportados. O gasóleo (óleo de diesel) é o produto mais importado representando 40% do total de importações e teve crescimento de 464% comparado ao ano de 2016.

Analisando os números da Balança Comercial, a gerente da Unidade de Desenvolvimento da Fieto, Amanda Barbosa, comenta sobre os resultados e impactos na economia do estado. “Apesar do Tocantins apontar um crescimento de 50% nas exportações, 99% dos produtos exportados são in natura. O grande desafio é industrializá-los, agregar valor e, consequentemente, gerar riqueza para nosso estado”, observa.

Destaques

Entre os municípios do estado, Porto Nacional é o principal exportador e importador. Os principais produtos exportados são a soja e o milho que aumentaram 395,39% e 631,04%, respectivamente, deixando o município responsável por 18% do total de exportações. O desempenho positivo da importação de óleos de petróleo (466,06%) também impulsionaram Porto Nacional a ter 62% de participação no total de importações. Palmas está em segundo lugar na Balança participando de 16% do total de exportações e 35% do total de importações.

Outro destaque, quando avaliado o crescimento das exportações em 2017, é o município de Santa Rosa do Tocantins que desponta como o que mais cresceu no período. Alavancado pela produção de soja, o município apresentou aumento de 2000% no total exportado em relação ao ano de 2016.

Por: Redação

Tags: Amanda Barbosa, Balança Comercial, Fieto