Polí­cia

Foto: SSP/TO O grupo já estava sendo investigado e monitorado pela equipe da DEIC O grupo já estava sendo investigado e monitorado pela equipe da DEIC

Uma ação conjunta de combate à criminalidade deflagrada na manhã dessa última terça-feira, 3, por policiais civis da 5ª Delegacia Regional de Guaraí e da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC), de Palmas, resultou nas prisões em flagrante delito de Dyone S. S. de 24 anos, João P. R. de C. de 19 anos, e Danilo S. G., de 26 anos.

Eles são suspeitos pela prática dos crimes de tráfico e associação para o tráfico de drogas, bem como posse ilegal de arma de fogo de uso permitido, associação criminosa e foram capturados, quando se encontravam em uma residência localizada na cidade de Guaraí.

Durante ação de apoio aos Técnicos em Defesa Social da Casa de Prisão Provisória de Guaraí (CPPG), policiais civis da cidade flagraram os envolvidos fazendo uma entrega de drogas em um local já investigado como ponto de venda de substâncias entorpecentes.

 O grupo já estava sendo investigado e monitorado pela equipe da DEIC-Palmas, entretanto, tendo em vista que pretendiam roubar uma joalheria na cidade de Guaraí logo após a entrega da droga.  A ação policial possibilitou a prisão pelos crimes de tráfico drogas, bem como evitou o crime violento contra o patrimônio.

Durante a ação também foi preso Wemerson F. da S. de 42 anos, proprietário de um estabelecimento comercial, pois o mesmo teria recebido, a título de “penhora”, a arma de fogo que seria utilizada no assalto. Todavia, o homem foi liberado após recolher a fiança arbitrada pela autoridade policial.

Dyone, João P. e Danilo foram encaminhados à Central de Atendimento de Guaraí, onde foram autuados pelos crimes acima citados. Em seguida, os três homens foram recolhidos à Casa de Prisão Provisória local, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.