Esporte

Foto: Dornil Sobrinho

O esporte de Porto Nacional vive momentos de sucesso com títulos e classificações a nível nacional e até internacional nos últimos meses. Todos com apoio da Prefeitura do município, que agora recebe a notícia de que foi contemplada dentro do projeto Seleção do Futuro, programa gerido pelo Ministério dos Esportes através da Secretaria Nacional de Futebol e defesa dos direitos do torcedor.

O prefeito Joaquim Maia, pontuou a importância do fortalecimento do esporte amador por meio de parcerias. “Temos o prazer de poder contar com mais um projeto contemplado via Ministério dos Esportes.  O seleção do futuro dará mais ainda oportunidade aos nossos atletas e assim fortalecerá o esporte amador em nosso Município e se estenderá a Luzimangues dentro dos núcleos esportivos que serão criados”, afirmou.

De acordo com o secretário de Esporte, Edioney Nunes, esta notícia chega em um bom momento para fortalecer o trabalho desenvolvido.

“Criaremos mais três núcleos em Porto Nacional e Luzimangues para atender as crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos. Quero enaltecer o papel do vereador Salmon Pugas, que esteve a frente da pasta e juntamente com a equipe de projetos do nosso amigo Carlinhos Braga, que estive a frente desta importante demanda. Agora iremos trabalhar muito para colocar em prática este importante projeto", pontuou Edioney.

O vereador Salmon Pugas, enfatizou a importância do projeto. "Recebemos com muita alegria no último dia seis de abril sobre a contemplação deste projeto. Sabemos que ele é fruto de muito esforço e trabalho, que dividimos com o nobre Carlos Braga, que nos direcionou neste excelente projeto e o apoio incondicional do Prefeito Joaquim Maia".   

Sobre o programa

O programa, gerido pela Secretaria Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor do Ministério do Esporte, é uma parceria com a CBF e visa democratizar a prática do futebol de base pelo país. Além disso, busca promover condições favoráveis ao desenvolvimento da modalidade entre crianças e adolescentes, de 6 a 17 anos, de ambos os sexos, prioritariamente matriculados nas escolas públicas.