Cultura

das festividades disponibilizando apoio na programação do evento.O ponto alto das comemorações em Natividade, no povoado do Bonfim, acontece no dia 15 de agosto com a celebração da missa campal em louvor ao Senhor do Bonfim. No dia seguinte, a homenagem é para Nossa Senhora Imaculada Conceição e, no dia 17, ocorre à missa dos romeiros, que encerra oficialmente as atividades.

Não existe uma data exata de quando os festejos do Senhor do Bonfim começaram, mas a peregrinação ao povoado já ultrapassava mais de dois séculos. O local, que no passado era visitado por alguns fiéis, atualmente recebe milhares de pessoas de diferentes localidades do estado e de outras regiões do país.

O povoado de Bonfim, onde vivem cerca de 100 pessoas, chega a receber mais de 60 mil fiéis durante as cerimônias. São pagadores de promessas, que chegam a atravessar a pé, os 22 km que separam Natividade do povoado para depositar as suas oferendas aos pés da imagem do santo.

História

Antigamente o povoado do Bonfim era uma fazenda de propriedade do casal José Constancio e Sena e Joana Martins Chaves Sena. Um pedaço de terra totalmente desconhecido, habitado, apenas periodicamente pelos proprietários, agregados e animais que pastavam o verde capinzal, regado abundantemente pelos rios Manuel Alves e Tocantins. Hoje, Bonfim é patrimônio da igreja.

Por volta de 1913, o lugarejo recebeu a primeira visita episcopal de Dom Prudêncio de Moraes, em trabalhos missionários, levando com ele o padre Vicente, Frei Reginaldo Tourniér, Frei Aleixo e Frei Gil Vilanova.

No início, a capela, que hoje é a igreja, era simples e rústica e aos poucos foi ficando pequena para os devotos. Dom Alano Maria Do Noday, então bispo da Diocese de Porto Nacional, providenciou a construção definitiva da igreja, atribuindo a responsabilidade ao construtor Benício Nunes de Araújo que, em 1940, lançou a pedra fundamental e deu início aos trabalhos com ajuda financeira da Diocese e de fiéis.

Em 1952, ainda em fase de construção, foi celebrada a primeira missa solene pelos freis Reginaldo e Gil.

Origem

Em Natividade, a romaria remonta ao século XVIII com a formação dos primeiros arraiais. Existem diversas hipóteses a respeito da formação do povoado do Bonfim, para onde seguem os romeiros todos os anos. Alguns acreditam que ele teria se originado de um santuário criado por fiéis ou de um núcleo missionário das irmãs carmelitas ou dos jesuítas.

Os moradores da região afirmam que um vaqueiro teria encontrado nessa área, em local pantanoso, a imagem do Senhor do Bonfim em cima de um toco de madeira. Essa imagem teria sido retirada várias vezes desse local e levada para Natividade, mas desaparecia e reaparecia no mesmo lugar onde foi encontrada. A crença nesses acontecimentos deu início à peregrinação para essa localidade.

PROGRAMAÇÃO

Novena:

De 06 a 14 de agosto de 2007

Tríduo

12, 13 e 14 de agosto

Solenidades

15/08 – Missa Solene de Senhor do Bonfim

16/08 – Missa e Coroação de N. Senhora da Conceição

17/08 – Missa para os romeiros

Destaques

06/08 – Transfiguração do Senhor

12/08 – dia da família

13/08 – Dia da Criança e da Juventude

14/08 – Vigília do Senhor do Bonfim

Abertura solene da Romaria 2007

Dia do Peregrino

Caminhada Penitencial às 05h da manhã, nos dias 11, 12, 13 e 14 de agosto.

Por: Redação

Tags: cultura, Estado, natividade