Meio Ambiente

- Programa de Perenização dos Rios do Sudeste do Tocantins. A informação é do titular da pasta, Anízio Pedreira, que explicou a destinação dos recursos dentro das obras hídricas do projeto. "Estaremos entregando nos próximos dias, os lotes licitados no SH01 – Setor Hidráulico 1 do Projeto de Irrigação Manuel Alves. Estes recursos serão aplicados na execução do SH03 – Setor Hidráulico 3, e SH04", esclareceu Pedreira na tarde desta terça-feira.

O Projeto de Irrigação Manuel Alves teve seus primeiros 5 mil hectares licitados em duas etapas, sendo que a segunda licitação, encontra-se em fase de análise das propostas técnicas. Logo que concluída a avaliação e divulgados os resultados, a documentação referente a contratos e escrituras será providenciada para entrega dos lotes. "As obras no Manuel Alves continuam em ritmo acelerado. Estamos concluindo mais duas EBAs – Estações de Bombeamento e a implantação dos canais de distribuição de água já se encontra em andamento", adiantou o secretário.

Além da implantação de toda a infra-estrutura de uso comum, destinada aos irrigantes que ocuparão os lotes no Projeto Manuel Alves, a Secretaria dos Recursos Hídricos e Meio Ambiente vem executando ainda as obras de compensação destinadas à atender a comunidade Gleba Olho D’Água. Uma escola e um posto de saúde atenderão a população logo que as 28 unidades residenciais em construção sejam entregues. "Nesta região, estamos entregando cada propriedade com dois hectares desmatados, e gradeados", informou Pedreira. As obras fazem parte de acordo entre o governo do Estado e os posseiros que ocupavam parte da área destinada aos lotes do projeto. Cada família impactada pela construção da barragem receberá uma nova propriedade rural, casa de alvenaria e os aparelhos públicos destinados à escola e posto de saúde, além da indenização em dinheiro, já paga.

Secom

Por: Redação

Tags: Estado, Meio Ambiente, Obras