Cultura

A Diretoria de Patrimônio da Fundação Cultural do Tocantins participará do Edital do Programa Nacional de Patrimônio Imaterial – PNPI, lançado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional-IPHAN, com o projeto "Inventário da Sússia no Estado do Tocantins".

O projeto, encaminhado ao IPHAN na última semana, será avaliado por uma Comissão Especial de Seleção composta por membros do Departamento do Patrimônio Imaterial do Iphan, da Coordenação Geral de Promoção também do Instituto, do Centro Nacional de Cultura Popular (CNCP) e por profissionais com experiência na área. A Comissão se reunirá no período de 15 a 17 de outubro para julgamento das propostas.

Segundo o Edital do IPHAN serão selecionados, em duas fases, projetos técnicos de documentação e melhoria das condições de sustentabilidade dos saberes como: modos de fazer, formas de expressão, festas, rituais, celebrações e espaços que abrigam práticas culturais coletivas vinculadas às tradições de comunidades afro-brasileiras, indígenas, ciganas, de descendentes de imigrantes, entre outros. Os recursos para implementação dos projetos vencedores chegam a R$ 500 mil.

O Inventário

Se aprovado por meio do Edital, o projeto de Inventário da Sússia no Tocantins terá início em 2008 e será executado nos municípios de Natividade, Almas, Paranã, Santa Rosa, Arraias e Monte do Carmo buscando a preservação do patrimônio cultural imaterial. Será executado por técnicos da Fundação Cultural do Estado, das áreas de pesquisa, educação patrimonial, fotografia e audiovisual, e terá como base um levantamento preliminar nos municípios para identificação da infra-estrutura necessária para a realização dos trabalhos, identificação dos grupos de sússia, dos mestres detentores da memória e da arte, dos agentes culturais, das instituições públicas municipais. Levantamentos bibliográficos, documentais e iconográficos também em Palmas. Serão realizadas entrevistas, fotografias e observação de apresentações de sússia e dos festejos, além do trabalho de educação patrimonial através de veículos de difusão nos municípios e palestras nas redes de educação municipal e estadual.

Fundação Cultural

Por: Redação

Tags: arraias, cultura, Estado, Municípios, Tocantins