Ciência & Tecnologia

Os sinais de telefonia móvel deverão cobrir todo o país até o final de 2009, de acordo com informações da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Atualmente, apenas as cidades com mais de 30 mil habitantes recebem o serviço. Segundo a assessoria da Anatel, a agência vai realizar ainda este ano uma licitação para que as operadoras levem o sinal de celular a localidades menores.

Para estimular as operadoras a expandir o serviço para municípios menos populosos, a Anatel prepara um edital que propõe redução no preço da concessão. Com a medida, segundo a assessoria, o sinal de celular deverá alcançar todo o país no prazo de dois anos.

Pelas regras em vigor, as prestadoras de telefonia celular não obedecem às mesmas regras de universalização impostas pela Anatel às prestadoras de telefonia fixa, e não têm obrigação de fornecer o serviço em todos os locais. Elas preferem operar em locais de maior concentração de pessoas e pagam ao governo federal pela concessão do sinal de rádio-freqüência.

Por causa disso, diversos municípios pouco populosos da Amazônia, por exemplo, não têm cobertura de sinal de telefonia móvel, o que gera reclamações dos moradores, principalmente nos estados do Amazonas, Pará e Amapá.

É o caso de Ivair Pereira da Silva, que mora em Alta Floresta, no Mato Grosso. Ele se queixa da dificuldade que enfrenta para se comunicar com seus amigos e parentes que moram nas cidades de Placas e de Rurópolis, no Pará.

Para eles ligarem para mim, a gente tem que agendar uma data. Eles vão no orelhão, ligam para mim, e eu vou retornar a ligação para eles. A telefonia fixa poucas pessoas possuem, e celular também não, conta. A gente percebe que as telefonias brigam muito por questão de valores nas grandes cidades. E o interior fica a descoberto, critica Silva.

Fonte: Agência Brasil

 

Por: Redação

Tags: Anatel, Mundo Digital, Telefonia Celular