Estado

Foto: Divulgação Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos

O conjunto arquitetônico de Natividade foi eleito uma das “Sete Maravilhas do Brasil”. O resultado do concurso foi divulgado nesta tarde pela Editora Caras, tendo sido vencedores os seguintes monumentos: Natividade no Tocantins; Fortaleza dos Reis Magos, no Rio Grande do Norte; Fortaleza de São José do Macapá, no Amapá; Catedral da Sé, em São Paulo; Mercado Ver-O-Peso, em Belém do Pará; Centro Histórico de Ouro Preto em Minas Gerais; e Teatro Amazonas em Manaus, no estado do Amazonas.

Das Sete Maravilhas do Brasil, quatro pertencem à Região Norte, saindo desta maneira fortalecido o turismo amazônico, pois a partir deste resultado, certamente, recursos do Ministério do Turismo e de organismos privados deverão ser carreados com maior intensidade para os estados que compõem a região. Também este novo foco turístico aumentará a demanda de visitação de viajantes, provocando crescimento do receptivo para atender satisfatoriamente os turistas.

Para o presidente da ADTUR - Agência de Desenvolvimento Turístico do Tocantins, Igor Avelino, Natividade ganha a partir de agora uma visibilidade crescente no cenário nacional, com divulgação de sua riqueza histórica, já reconhecida pelo IPHAN - Instituto do Patrimônio Histórico Nacional, que incluiu a cidade no programa Monumenta, de recuperação do acervo cultural.

A ruína da igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, de grande beleza cênica, foi o ícone que representou Natividade no concurso e, segundo o prefeito Albany Cerqueira, desde o início do concurso vem recebendo a presença de visitantes. Na reta final, o Fórum Estadual de Turismo, a ADTUR - Agência de Desenvolvimento Turístico do Tocantins e a prefeitura de Natividade realizaram Ato Público de apoio à campanha, na praça principal da cidade, sensibilizando a população para votar.

Patrimônio histórico

Natividade é Patrimônio Cultural do Brasil, tombada em 1987 pelo IPHAN - Instituto do Patrimônio Histórico Nacional, e faz parte do roteiro Histórico-Cultural do Estado, formatado pela Adtur. Fica na região turística Serras Gerais, no Sudeste do Tocantins, a 218 Km da capital, Palmas. Está em processo de restauração de seus monumentos e residências, conservando e respeitando a importância do conjunto arquitetônico, ou de referências históricas, como as ruínas da Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, construção da segunda metade do século XVIII; as Igrejas de São Benedito e de Nossa Senhora da Natividade e prédios públicos onde funcionaram a primeira cadeia e o primeiro paço municipal. No centro histórico destaca-se o antigo Palácio do Governador, lugar onde residiu o ouvidor Joaquim Teotônio Segurado, um dos precursores do movimento de emancipação do Estado do Tocantins, no século XIX.

Olga Cavalcante

 

Secom

Por: Redação

Tags: Estado