Campo

Com a finalidade de dar continuidade aos trabalhos desenvolvidos com colônias de pescadores da região do Bico do Papagaio, o Ruraltins recebeu, na última semana, a segunda parcela do convênio Ruraltins/Seap-PR Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca, da Presidência da República. Os recursos, da ordem de R$ 56 mil, são oriundos dos governos federal e estadual.

O dinheiro é destinado ao “Projeto de cultivo de peixes em tanque-rede e processamento artesanal de pescados” e será utilizado para realização de cursos profissionais, direcionados a dois mil e 500 pescadores (as) artesanais, beneficiários do convênio. Além disso, o órgão vai instalar unidades demonstrativas de tanque-rede em dez colônias de pescadores e realizar um intercâmbio e um dia de campo com os pescadores.

As unidades demonstrativas serão instaladas nos rios Araguaia e Tocantins, nos municípios de Pau D’arco, Araguanã, Xambioá, Araguatins, Esperantina, São Sebastião, Itaguatins, Tocantinópolis, Babaçulandia e Filadélfia.

A previsão é a de que as ações tenham início na primeira quinzena de fevereiro. “A idéia é oferecer alternativas de renda aos pescadores e diminuir a pressão da pesca sobre os estoques naturais que já demonstram escassez”, diz o gerente de aqüicultura e pesca do Ruraltins, Confúcio Guedes.

 

Fonte: Secom

Por: redação

Tags: Estado, campo