Polí­tica

Foto: Arquivo de família

João Manoel dos Santos, conhecido como João Paraibano, segundo prefeito de Gurupi (TO), faleceu ontem, domingo, 17, aos 88 anos de falência múltipla dos órgãos no HGP - Hospital Geral de Palmas. João Paraibano foi vereador na primeira e segunda legislatura e o segundo prefeito da cidade do Sul do Tocantins.

O político foi um dos primeiros empresários da cidade. Chegou a Gurupi em 1952 e iniciou no comércio comprando e vendendo cereais para Anápolis.

Segundo o chefe de gabinete da prefeitura municipal de Gurupi, Divino Allan, o prefeito João Lisboa da Cruz decretou luto oficial por três dias e ponto facultativo na manhã desta segunda-feira aos funcionários da rede pública municipal. "João Paraibano foi um cidadão que desde a fundação da cidade foi mola de desenvolvimento. Ele enfrentou uma barra numa época da vida difícil para todas as Prefeituras do Brasil. Na época do Golpe Militar onde o Brasil atravessou uma recessão brutal atingindo prefeituras pequenas como a de Gurupi. Mas mesmo assim com a força de vontade que ele tinha e de cidadão exemplar realizou um grande trabalho, relatou João Cruz.

A deputada Josi Nunes disse que João Paraibano foi um exemplo de homem público e pai de família. "A vida de João Paraibano mostra um bom exemplo de homem, pai de família e cidadão para todos nós, pois ele foi um dos homens que contribuiu em um período muito difícil para que Gurupi chegasse a cidade que é hoje", disse.

Da redação com informações A Notícia

Por: redação

Tags: Estado, Gurupi, Política