Palmas

Duzentas e setenta e nove, é a quantidade de pessoas que passavam por dia para comprar drogas em uma residência na quadra 403 Norte em Palmas. Em apenas uma manhã foram registradas 48 pessoas, os quais foram identificados desde universitários, moto-taxistas, menores, mãe com criança de colo, a empresários.

Cumprindo uma determinação da superintendência da Policia Civil, em combater veementemente a criminalidade, a Delegacia Especializada em narcóticos-DENARC, em apenas um mês de investigação, desmontou todo o esquema de venda de drogas no local. Durante esse período a Polícia civil acompanhou a movimentação e constatou através de filmagens, o quanto o tráfico e o uso de drogas eram intensos. Segundo o delegado responsável pela operação, Reginaldo de Menezes Brito, titular da DENARC, “este é um problema que aqui em Palmas tem aumentado muito, principalmente a venda de crack”, destacou o delegado.

Na residência, a polícia encontrou maconha, crack, motos, equipamentos eletrônicos, um caderno com anotações, dinheiro e até aliança de casamento, entre outros objetos que usuários deixam em troca da droga. Também foram recolhidos até a delegacia treze usuários, que depois de ouvidos foram liberados.

Os traficantes, Eliézio Lima dos Santos, Leomar da Silva Borges e Bianca da Silva Almeida donos do negócio, foram autuados em flagrante e levados ao Instituto Médico Legal, onde passaram por exames de corpo de delito e em seguida encaminhados a Casa de Prisão Provisória de Palmas, onde permanecerão à disposição da justiça.

Toda operação aconteceu no período das 13 às 17 horas de ontem, 17. Segundo informações da Denarc, a abordagem foi antecipada, mas as investigações vão continuar. “Estamos aqui cumprindo determinações para combater o tráfico em nossa cidade e em nosso Estado, e vamos combater“, afirmou o delegado.

Fonte: Ascom SSP-TO

Por: redação

Tags: 403 Norte, Crack, Palmas, Polícia Civil