Palmas

Agentes da Polícia Civil estão trabalhando infiltrados nas ruas de Palmas com a intenção de realizar o combate ao tráfico de entorpecentes. A ação faz parte da ação do Governo do Estado, através da atuação da Denarc- Delegacia Especializada em Narcóticos.

De acordo com o delegado da Denarc, Rossílio Correia, a delegacia tem como atribuição a atuação contra o tráfico de entorpecentes em todas as cidades do Tocantins. “Atuamos principalmente em Palmas, mas podemos atuar em todas as cidades”, explicou ele.

Segundo Correia, a Denarc tem trabalhado com um corpo de inteligência com o objetivo de identificar e monitorar os pontos de vendas de drogas. “O tráfico de drogas no Estado tem crescido muito. Para que o combate seja feita de forma efetiva, a Denarc precisa trabalhar de forma inteligente”, ressaltou o delegado.

O delegado explicou que em Palmas existem cerca de 500 traficantes. Nestes três primeiros meses do ano 40 prisões foram realizadas. “Como se trata de um crime inafiançável, essas pessoas continuam presas, pois não têm direito a liberdade provisória”, frisou ele.

Correia ressaltou que em Palmas, duas regiões destacam-se como as de maior aglomeração de pontos de vendas de drogas. “É na região das Arnos e nos Aureny’s que está a maioria dos pontos”, disse.

Rossílio Correia também destacou que em 2011 houve um aumento de 300% nas apreensões de drogas e na prisão de pessoas, em comparação com as estatísticas de 2010. “Este ano nós pretendemos dobrar os números”, falou.

O delegado disse que a droga mais consumida no Tocantins é o crack e alertou a população para que fique atenta ao comportamento das pessoas de seu círculo de convivência. “Os pais tem que observar o comportamento de seus filhos, se houver mudança é necessário buscar ajuda, pois a droga, principalmente o crack, tem um alto poder viciante e é a responsável pela ocorrência de outros delitos”, finalizou. A população também pode denunciar pelo telefone 3218-6871.( Ascom)

Por: Redação

Tags: Crack, Denarc, Polícia Civil