Estado

Foto: Armando Formiga Marcelo Miranda fala sobre potencialidades do Tocantns na sede da Embaixada do Brasil Marcelo Miranda fala sobre potencialidades do Tocantns na sede da Embaixada do Brasil

Finalizando a agenda da missão oficial do Tocantins à China, o governador Marcelo Miranda e comitiva se reuniram, na Embaixada do Brasil em Pequim, nesta sexta-feira, 25, com a direção da Cofco, estatal responsável pelo abastecimento das 39 províncias chinesas, que coordena a produção agrícola e as importações do país, para tratar sobre as exportações dos biocombustíveis e da produção agropecuária do Estado.

Tendo em vista que a China já ocupou a quase totalidade de seus 122 milhões de hectares de terras agricultáveis, a comitiva do Estado apresentou a possibilidade de trocas comerciais de interesse mútuo, apontando a perspectiva de repasse de tecnologia chinesa ao Tocantins e, em contrapartida, a exportação do biodiesel e do álcool produzidos no Estado, além de produtos alimentares como soja, carne suína, peixe e milho.

Com base na informação da Embaixada do Brasil em Pequim de que o governo chinês tem interesse em aumentar a produção de etanol e combustível, a partir de produtos não-comestíveis, devido ao aumento de preços dos alimentos e da escassez de terras aráveis, o Tocantins apresentou a perspectiva de exportar biocombutíveis produzidos com pinhão-manso, mamona e outras oleaginosas.

A intenção é que a Cofco firme parcerias diretamente com as associações e cooperativas de produtores do Estado, evitando atravessadores comerciais e aumentando o lucro dos agropecuaristas.

As propostas de ações comerciais bilaterais, segundo relatou o prefeito de Porto Nacional, Paulo Mourão, serão detalhadas em documento e protocoladas na Embaixada do Brasil em Pequim, para uma análise mais minuciosa por parte da Cofco. No mesmo documento, o Estado reforçará o convite para que membros da estatal chinesa visitem o Tocantins, para conhecer suas potencialidades econômicas in loco.

 

Fonte: Secom

Por: redação

Tags: Estado