Estado

Foto: Divulgação

O solo de Palmeirópolis guarda inúmeras riquezas, como a maior jazida de cobre da América Latina, além de possuir mais de 20 minérios a serem explorados. Com estudos geológicos realizados durante 15 anos, feitos pela Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM), em mãos, a Comissão em Prol do Desenvolvimento de Palmeirópolis, juntamente com o senador João Ribeiro e o deputado federal Vicentinho Alves, reuniu-se na noite de ontem com o ministro das Minas e Energia, Edson Lobão. "Viemos mostrar as potencialidades do solo, apoiados em pesquisas, e solicitar a exploração o mais rápido possível. ", disse o vereador Nilson Rodrigues. "É uma terra rica e com muito minério", disse o senador João Ribeiro, que, com as pesquisas da CPRM em mãos, solicitou ao ministro o envio de especialistas do ministério para também verificarem e confirmarem os estudos.

Técnicos do ministério, que participaram da reunião, afirmaram que "as reservas de Palmeirópolis são muito positivas" e que todas as áreas mapeadas pela CPRM são prioridade para licitação. Inclusive foi apresentada uma lista com uma série de empresas que já fizeram requerimento junto ao governo federal para pesquisar o subsolo de Palmeirópolis.

A comissão mostrou ao ministro, que a extração das jazidas de Palmeirópolis tem toda viabilidade, já que se encontra próximo a quatro hidrelétricas, o que garante a questão da energia. Para o escoamento da produção o município tem vias asfaltadas e se encontra próximo ao trajeto por onde passará a ferrovia Norte-Sul.

Em Palmeirópolis já são explorados em pequena escala calcário (calcítico e dolomítico, considerado por especialistas um dos melhores do Brasil, segundo Nilson), granito e mármore, que inclusive já é exportado para outros estados como o Espírito Santo.

Comissão em Prol do Desenvolvimento de Palmeirópolis

A comissão é composta por empresários, políticos, profissionais liberais e interessados. Da audiência com o ministro participaram o vereador Nilson Rodrigues, o presidente do diretório do PT, Haroldo Guimarães, o presidente do PSC, Wilton Gomes, também do PSC, Mércio Viana e o pré-candidato a vereador em Palmas, Nuir Júnior.

Algumas jazidas minerais mapeadas

Cobre (jazida a apenas 18 metros da superfície), zinco, chumbo, ouro, cádmio, zirconita, esmeralda, calcário, mármore, granito, mica, prata, amianto, enxofre, magnésio, barita, manganês, terra rara, estanho, rubelita, berilo, cal, amianto zircão, matéria-prima para cimento, urânio.

Fonte: Ascom Senador João Ribeiro

Por: Redação

Tags: Cobre, Estado, Palmeirópolis