Estado

Reportagem publicada pela Veja Online nesta terça-feira, 10,  mostra que neste ano eleitoral, a lista de estados com melhor execução orçamentária das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) é dominada por unidades federativas governadas por políticos aliados ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Dos dez primeiros estados que mais receberam verbas do PAC em 2008, oito têm governadores de partidos aliados, sendo que cinco deles estão no topo do ranking. O levantamento foi divulgado nesta terça-feira pelo site Contas Abertas.

O estudo, que reúne dados do Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi), mostra que o Tocantins é o campeão de execução orçamentária, com 226,6 milhões de reais recebidos até maio - o total previsto no PAC para o estado neste ano é de 297,5 milhões. O estado, governado por Marcelo Miranda (PMDB), já recebeu 76% do total prometido para este ano. A segunda melhor marca é do Paraná, de Roberto Requião (PMDB), que recebeu 43% das verbas até maio.

O terceiro lugar é de um estado governado por outro político próximo a Lula, o Rio de Janeiro de Sérgio Cabral (PMDB). O estado recebeu 273,7 milhões de reais nos cinco primeiros meses do ano, ou 42% do total prometido para este ano. Amapá, com 36%, e Mato Grosso do Sul, com 35%, vêm em seguida. O primeiro estado governado por oposicionista na lista é a Paraíba, de Cássio Cunha Lima (PSDB), sexto colocado, com 34% das verbas prometidas já recebidas até maio.

O favorecimento aos aliados também é confirmado pelo ranking de distribuição de verbas em valores absolutos. Rio de Janeiro, Tocantins, Pará e Pernambuco, todos com governadores aliados a Lula, aparecem entre os cinco primeiros. A exceção é Minas Gerais, do governador Aécio Neves -- que, apesar de ser do PSDB, ensaia aliança em Belo Horizonte com o PT. Minas é o segundo estado que mais recebeu verbas do PAC neste ano -- foram 247 milhões de reais até maio.

 

Umberto Salvador Coelho

Da redação com informações Veja

 

Por: redação

Tags: Estado, PAC