Esporte

O Palmas voltou a se mostrar incompetente para vencer em partida que atuou com jogador a mais boa parte do tempo, neste sábado, contra o Gurupi no Rezendão, e repetiu a façanha inglória da mesma forma como já havia acontecido na capital ao jogar contra o Araguaína e próprio Gurupi na semana passada.

O tricolor da capital começou o jogo melhor e tudo parecia caminhar bem quando aos 29 minutos da primeira etapa, Valdo, o melhor jogador do Gurupi na partida foi expulso e saiu de jogo afirmando que o juiz era "ladrão". Depois da expulsão o tricolor não demorou para marcar com o rápido atacante Thiago Miracema.

O Palmas entretanto, se acomodou em campo e o Gurupi mesmo jogando com um jogador a menos, mostrando determinação, empatou com Éder aos 11 minutos do segundo tempo. O Palmas ainda teve o jogador Junior Pereu expulso aos 25 minutos da etapa final.

Com a partida encerrada empatada da mesma forma que no confronto da capital, a decisão foi para os pênaltis e o Gurupi venceu por 4 a 3 ficando com a vaga na final.

Tocantins

Na outra partida da semifinal, jogando por um empate, o Tocantins mesmo atuando fora de casa conseguiu vencer o Juventude por 2 a 1.

O Tocantins começou o jogo melhor, em Dianópolis, no Estádio Dr. Magalhães e abriu o placar com Junior, aos cinco minutos do primeiro tempo. Mas com o apoio do seus torcedores o Juventude empatou com Rodrigo aos 28.

Precisando de mais um gol para levar a partida para os pênaltis, o time da casa foi com tudo para cima e possibilitou que no contra-ataque Rômulo fizesse o segundo gol do Tocantins garantindo a vaga para a final.

 

Umberto Salvador Coelho