Esporte

O cubano Armando Cabrera Abreus, de 39 anos, é o chefe da delegação tocantinense nas Olimpíadas Universitárias JUBS 2008, que será disputada de 20 a 29 de junho, em Maceió (AL). O ex-jogador de vôlei, medalhista de ouro nos Jogos Pan-americanos de Havana 1991, mora em Palmas (TO) há oito anos e trabalha desde 2003 supervisionando os novos talentos de Tocantins na competição. Ele passa sua experiência aos comandados e lidera uma equipe de 82 atletas. "Depois de atuar nas quadras, fui estudar e me formei doutor em vôlei, em Cuba", explicou Abreus.

Seus pupilos disputarão as Olimpíadas Universitárias JUBS 2008 em modalidades como o handebol, vôlei e futsal (masculino e feminino) e basquete (masculino). O representante do atletismo será Diego Pereira Nunes, de 21 anos, da CEULP/Ulbra.

Técnico da seleção cubana universitária de vôlei de 1997 a 1999, Armando sagrou-se campeão nos Jogos Universitários de Cuba em 1998. Como jogador, conquistou o título dos Jogos Pan-americanos de Havana 1991, superando os brasileiros, que ficaram com a medalha de prata. "Já joguei muito contra o Brasil. E ganhamos a maioria", conta envaidecido. Ele lembra que já jogou contra grandes jogadores como Maurício e Giovane, bicampeões olímpicos nos Jogos Olímpicos de Barcelona 1992 e de Atenas 2004.

Armando participa das Olimpíadas Universitárias desde 2003, como oficial da delegação tocantinense. No ano passado, foi promovido a chefe da delegação do Estado do Norte. Experiente, ele ressalta que sem educação e incentivos como a disputa de competições estudantis, um país não consegue se destacar mundialmente no esporte.

"A parceria entre o esporte e a educação é essencial. Foi assim que o esporte cresceu em Cuba e é com esse pensamento que o esporte vem se desenvolvendo no Brasil. É necessário investir e saber onde investir", afirma.

As Olimpíadas Universitárias 2008 são organizadas pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) em parceria com o Ministério do Esporte, a direção técnica da Confederação Brasileira de Desporto Universitário (CBDU), e o apoio das Organizações Globo, da Prefeitura Municipal de Maceió e da Federação Alagoana de Desporto Universitário (FADU).

 

Umberto Salvador Coelho

Da redação com informações Comitê Olímpico Brasileiro

Por: Redação,

Tags: Esporte, Maceió, Olimpíadas