Ciência & Tecnologia

Segundo o acompanhamento que a e-bit faz do setor, o Dia dos Pais deve movimentar, no período de 30 de julho a 11 de agosto, aproximadamente R$ 300 milhões para o comércio eletrônico, o que representa um crescimento de cerca de 30% em relação ao faturamento obtido em 2007.

O aumento no volume de produtos e do valor agregado nos carrinhos dos e-consumidores será um dos principais responsáveis pelo melhor desempenho do segmento. Produtos mais caros, como os das categorias Informática, Eletrônicos e Telefonia Celular devem ser os mais procurados, o que faz com que o tíquete médio também se eleve.

O valor médio que os filhos devem gastar na hora de presentear seus pais, deve ficar por volta de R$ 320, o que significa um aumento de aproximadamente 8% em relação a 2007. No ano passado os filhos gastaram, em média, R$ 299.

Essa expectativa de crescimento no período se deve a maior confiança nas compras online por parte dos usuários que já experimentaram o canal ao menos uma vez, (no primeiro semestre de 2008 o número de e-consumidores chegou a 11,5 milhões) somada à entrada constante de novos e-consumidores, que cada vez mais descobrem na internet um jeito rápido, fácil e seguro para fazer suas compras.

“Os usuários de internet estão mais confiantes em relação às lojas virtuais, e isso se deve, em parte, ao esforço que as lojas têm feito para oferecer serviços de qualidade, bons preços e entregas no prazo, fatores determinantes para o aumento na percepção de segurança, o que faz com que o consumidor volte a comprar no canal web e indique a amigos e parentes”, afirma Pedro Guasti, diretor-geral da e-bit.

No ranking dos produtos mais vendidos, as categorias Informática, Telefonia Celular e Eletrônicos de grande e pequeno porte (televisores, MP3 players, aparelhos de som e DVD, câmeras digitais, barbeadores, etc.) devem ter destaque. A categoria Livros também deve manter a liderança da lista de produtos mais vendidos, como se apresenta historicamente.

Para facilitar as compras dos filhos, as lojas virtuais apostam em brindes e descontos nessa época. Além do mais, muitas delas parcelam as comparas em até 12 vezes sem juros, não cobram frete e, para os indecisos, ainda oferecem a opção do vale presente.

Histórico do Dia dos Pais

2005 - 30/07/05 a 13/08/05 - Faturamento R$ 101 mi

2006 - 30/07/06 a 14/08/06 - Faturamento R$ 215 mi

2007 - 30/07/07 a 11/08/07 - Faturamento R$ 231 mi

2008 - 30/07/08 a 11/08/08 - Faturamento R$ 300 mi

Dados:  e-bit Informação

 

Fonte: HSM Online

Por: Redação

Tags: Eletrônicos, lojas, Mundo Digital