Polí­tica

Foto: Clayton Cristus O deputado disse que quando foi prefeito também fazia muitas festas O deputado disse que quando foi prefeito também fazia muitas festas

Em nota produzida por sua assessoria e reproduzida no site www.ecosdotocantins.com.br o deputado estadual Paulo Roberto (DEM) afirma que por conhecer o caráter de Zé Freire achou prematura a decisão do juiz de direito de Arraias -TO, Márcio Ricardo Ferreira Machado, em mandar soltar o ex-deputado “Na região todo mundo conhece a personalidade de Zé Freire, ele é um homem truculento, não respeita ninguém, ameaça as pessoas, tripudia, só anda armado e na companhia de pistoleiros”.

Paulo Roberto ainda afirma na nota que na região Zé Freire é conhecido “como um político ultrapassado que tenta usar seus métodos políticos de compra de voto, prática da qual o mesmo sempre usou ao longo de sua vida"

A nota encerra dizendo que Paulo Roberto está estudando com seus advogados uma forma de entrar na justiça contra o ex-deputado por calúnia e difamação.

 

Confira a nota na íntegra

 

Prisão de Zé Freire foi dentro da Lei, diz Paulo Roberto

No último dia 4, vésperas das eleições municipais, o ex-deputado federal José Freire (PSDB) foi flagrado praticando crime eleitoral na sua cidade natal, Arraias.

Freire foi acusado de tentar comprar votos com a distribuição de carne. Depois de quase 24 horas preso, entraram com o mandado de segurança encaminhado à Justiça Federal. O juiz federal negou o pedido que retornou à comarca da cidade, onde o Juiz local achou por bem liberar o ex-deputado.

O deputado estadual Paulo Roberto (DEM) por conhecer o caráter de Zé Freire achou prematura a decisão do Juiz em mandar soltar o ex-deputado. "Na região todo mundo conhece a personalidade de Zé Freire, ele é um homem truculento, não respeita ninguém, ameaça as pessoas, tripudia, só anda armado e na companhia de pistoleiros. A sua prisão foi totalmente legal, visto que o mesmo foi pego em flagrante.

A lei é para todos independente do que foi ou o que deixa de ser, e por ser um ex-parlamentar ai é que tem que dar o exemplo. A região já o conhece como um político ultrapassado que tenta usar seus métodos políticos de compra de voto, prática da qual o mesmo sempre usou ao longo de sua vida" argumentou o parlamentar.

O deputado Paulo Roberto está estudando com seus advogados uma forma de entrar na justiça contra o ex-deputado por calúnia e difamação.

(Assessoria de Imprensa do deputado estadual Paulo Roberto)

 

Entenda o caso

O ex -deputado federal José dos Santos Freire - Zé Freire (PSDB), pai do suplente de deputado Freire Júnior (PSDB), foi preso em Arraias acusado de estar praticando crime eleitoral. Freire estaria distribuindo carne em um bairro da cidade na véspera da eleição.

A prisão levou importantes lideranças utistas a produzir uma nota de protesto contra o que chamaram de “atos de omissão, arbitrariedade e abuso de poder por parte das autoridades judiciais e policiais de Arraias”.

As lideranças ainda afirmaram que a permanência do juiz de direito de Arraias, Márcio Ricardo Ferreira Machado, naquela comarca, há muito vinha “causando sérios e irreparáveis transtornos e prejuízos à comunidade como um todo e, em especial, aos segmentos políticos que fazem oposição ao governo do Estado”.

Ainda segundo as lideranças o juiz movido pelo desejo de vingança, a título de represália, resolveu promover a prisão de um dos “homens mais dignos e honrados do Tocantins, que aos 80 anos de idade tendo exercido oito mandatos parlamentares, tem uma enorme folha de serviços prestado ao Brasil”.

A nota encerrava repudiando a “manobra covarde das autoridades judiciais de Arraias” e convocando o povo tocantinense a hipotecar “irrestrita solidariedade às famílias arraianas, particularmente ao deputado Constituinte José Freire, um dos criadores do Estado do Tocantins, reconhecido nacionalmente como um dos mais competentes e respeitáveis homens públicos do país”.

Na ocasião a nota foi assinada pelas seguintes lideranças:

Senador João Ribeiro -presidente do PR –TO

Dep. Fed. Lázaro Botelho - presidente do PP- TO

Dep. Est. Marcello Lelis - presidente do PV – TO

Dep. Est. José Geraldo - presidente do PTB – TO

Ernani Siqueira - presidente do PSDB – TO

Pastor Amarildo - presidente do PSC – TO

João Ribeiro Junior (JR) - presidente do PRTB - TO