Estado

Foto: Divulgação

O lançamento dos Programas BioNorte - Rede de Biodiversidade e Biotecnologia da Amazônia Legal e RedeBio – Rede Amazônica de Pesquisa em Desenvolvimento de Biocosméticos, apresentados na noite de ontem, terça-feira, 31, no salão do restaurante Portal do Sul, poderá beneficiar diretamente os pesquisadores tocantinenses.

Os dois programas, voltados para o Tocantins e demais estados da Amazônia Legal, receberão investimentos de cerca de R$ 27 milhões, sendo 20 milhões para a Bionorte e R$ 6,9 milhões para a RedeBio.

O secretário de Ciência e Tecnologia, Osmar Nina Garcia Neto, destacou que a Bionorte vai possibilitar a formação de uma rede entre as instituições de ensino e pesquisa dos nove estados da Amazônia Legal, para o desenvolvimento de estudos científicos nas áreas de biodiversidade e biotecnologia. “A rede vai promover a formação de doutores em cursos a serem autorizados pela Capes – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, permitindo a formação de mão-de-obra específica para fitoterápicos e fármacos, além de outros.

Já a RedeBio pretende aproveitar os recursos florestais e não-madeireiros da região. As pesquisas iniciais vão estudar espécies, como a copaíba, a andiroba, a castanha-do-Brasil e o babaçu.

Calendário

Durante o evento, Osmar Nina também falou sobre os projetos para este ano, como a implantação da FAP – Fundação de Amparo à Pesquisa, que vai agilizar ainda mais as ações de fomento à pesquisa no Estado, e a implantação do Parque Tecnológico em Palmas, previsto para ser construído numa área próxima ao aeroporto da capital. “Por meio deste projeto, nós queremos integrar os esforços entre universidades, empresas e o governo do Estado para o desenvolvimento de indústrias nas áreas de eletroeletrônica”, afirma.

Na área da Educação Profissional, a Secretaria de Ciência e Tecnologia prevê a inauguração de Pólos de Educação à Distância em nove municípios. Os Pólos contam com laboratório de informática, possibilitando a oferta de cursos gratuitos por meio da UAB - Universidade Aberta do Brasil e e-Tec - Escola Técnica Aberta do Brasil.

A solenidade, em Palmas, contou com as presenças do vice-governador Paulo Sidney, de agentes políticos, pesquisadores, do secretário executivo do Consecti – Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação, Alberto Peverati, e jornalistas.

Da redação com informações da Sec. da Ciência e Tecnologia