Palmas

Foto: Rejane Costa

A mobilização da Campanha Nacional Contra a situação de Permanência ou Moradia de Crianças e Adolescentes nas ruas foi marcada em Palmas por uma caminhada na manhã desta quarta-feira, 8. Com a participação de profissionais de diversos projetos sociais da Capital, crianças e adolescentes.

A Caminhada realizada pela Prefeitura de Palmas, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Trabalho e Emprego, aconteceu na avenida JK e ajudou na conscientização das pessoas quanto à importância de não contribuir para o trabalho infantil, por exemplo. "Chamar atenção também para a nossa responsabilidade em relação às crianças nas ruas é muito importante. Agora vou pensar duas vezes ao comprar um picolé de uma criança, antes pensava que estava ajudando, agora vejo que não", comentou a universitária Carina Ferreira.

Na Capital foram registrados índices bastante positivos nos últimos quatro anos, com a redução de crianças e adolescentes em situação de permanência nas ruas.Um levantamento feito pelo projeto de educação social Acolher para Crescer, desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Trabalho e Emprego, mostra que em 2005, quando começou o projeto, foram identificados 89 meninos e meninas no trabalho infantil ou mesmo mendigando nas vias e logradouros públicos da cidade. Já no ano passado, este número foi de 57. " Realizamos um trabalho mais preventivo. Nossa Capital ainda não tem problemas de crianças em situação de rua tão sérios quanto em outras capitais e por isso temos que fortalecer mais as ações a cada dia em nossa cidade", afirmou a coordenadora do projeto Acolher para Crescer, Ezirlene Ávila.

Fonte: Ascop