Polí­tica

Foto: Divulgação

O primeiro secretário da mesa diretora da Assembleia Legislativa, deputado Paulo Roberto (DEM), apresentou na manhã desta terça feira, 5, um Projeto de Lei que propõe a obrigatoriedade da realização do teste de Triagem Auditiva em recém-nascidos, no Estado do Tocantins.

O objetivo do projeto é detectar a ocorrência da deficiência auditiva logo nos primeiros dias de vida.

Segundo Paulo Roberto, 1,5% da população nos países em desenvolvimento têm problemas auditivos. As estatísticas do Instituto Nacional de Surdos (INES) e Hospital Albert Einstein em São Paulo revelam que a cada mil recém-nascidos, 2,5% apontam deficiência auditiva.

O parlamentar disse ainda que a incidência da surdez em bebês é maior que outras doenças que são avaliadas na maternidade. “Estatísticas evidenciam 3 diagnósticos para cada 1000 nascimentos, mas a detecção da surdez infelizmente é realizada tardiamente, quando a criança já está com dois ou três anos de idade” afirmou o deputado.

Paulo Roberto disse ainda que o projeto irá proporcionar às famílias de nosso Estado a oportunidade de recorrer a tempo desta anormalidade da perda auditiva, que impede a aquisição de linguagem, fala e o desenvolvimento cognitivo.

Fonte: Assessoria de Imprensa dep. Paulo Roberto