Esporte

O vereador Bismarque do Movimento (PT) apresentou na sessão de ontem, quinta-feira, 21, o Projeto de Lei nº 018/2009 que dispõe sobre a obrigatoriedade do ensino de xadrez nas escolas públicas municipais. Diz o texto da lei que fica o Poder Executivo do Município de Palmas – Estado do Tocantins por meio da Secretaria Municipal da Educação, obrigado a introduzir o curso de xadrez para os alunos das escolas públicas municipais com carga horária mínima de uma hora por semana.

O projeto objetiva segundo o seu autor, desenvolver raciocínio lógico dos alunos, canalizar o gosto dos alunos para atividades intelectuais e desenvolver habilidade de observação, reflexão, análise e síntese.

“O Brasil ainda não descobriu a relevância do ensino do xadrez nas escolas e aqui ele é feito nos clubes de xadrez ou em algumas escolas particulares ou públicas. Nas escolas que adotaram o xadrez como disciplina optativa, se observa resultados surpreendentes como melhoria do rendimento escolar dos alunos que jogam, com o aumento da atenção e diminuição de conflitos físicos que às vezes terminam com a intervenção policial”, diz o autor do projeto em sua justificativa.

O vereador defende a tese de que o jogo de xadrez ajuda na formação do caráter da criança, uma vez que o aluno apreende a analisar sistematicamente os problemas, expor ideias, conclusões e soluções, avaliar antecipadamente as vantagens e inconvenientes de uma decisão, bem como ajuda a controlar a impulsividade e se responsabilizar por seus atos.

Da redação com informações Dircom/CM Palmas