Geral

Foto: Divulgação

O prefeito de Pedro Afonso, José Júlio Chagas (PMDB), o Julhão, esteve nesta terça-feira, 15, com o senador João Ribeiro (PR), para levar algumas demandas do município e "discutir o futuro do Tocantins, a partir da posse do novo governo no Estado". O prefeito Julhão, aliado do governador Carlos Henrique Gaguin (PMDB), levará à reunião da bancada federal que deve ser realizada nesta noite de terça, em Brasília, algumas "urgências" dos municípios.

"Assim que o governador tomar conhecimento de todas as questões emergenciais do Estado, esperamos que Gaguin retome algumas obras de infraestrutura que foram paralidas pelo governo anterior. É o caso de rodovias que dão vazão a produção e obras de atendimento emergencial à população dos municípios", resumiu Julhão.

Pendências do município Pedro Afonso

Com o "amigo pessoal e companheiro de idéias" senador João Ribeiro, o prefeito de Pedro Afonso pediu apoio para resolver problemas de pendências que o município mantém junto ao governo federal desde a antiga administração municipal. "Enquanto não estivermos zerados no Cauc (Cadastro Único de Convênios) não poderemos receber recursos do Governo Federal" lamentou o prefeito.

Julhão também pediu ao senador João Ribeiro, o apoio para três obras: asfaltamento da TO 010 que liga Pedro Afonso a Palmas; reinicio da construção da BR 235 que já tem licenciamento aprovado, e da BR 010 no trecho entre Aparecida do Rio Negro a Campos Lindos. Segundo Julhão, obras essenciais para a construção e operação das usinas de cana de açúcar da Bungue - multinacional na área de alimentos, que até 2016 deve investir US 1 bilhão na região de Pedro Afonso.

Pedro Afonso, capital da soja e da cana de açucar

A partir do próximo ano, Pedro Afonso, que é conhecida como a capital da soja da região Centro Oeste do Brasil, também será reconhecido como uma dos maiores produtores de açúcar, álcool e etanol do país. Já a partir de 2010 entrará em funcionamento a primeira moagem da usina, resultado da produção de mais de cinco mil hectares de plantio de cana de açucar. O prefeito Julhão ressalta que o mega projeto deve empregar mais de 600 trabalhadores da região.

Para se ter idéia das dimensões do projeto da Bunge, em uma das fazendas utilizadas para o plantio de cana de açúcar está instalado o maior pivô central do mundo. Além disto, o bagaço da cana restante da produção da Usina da Bunge será suficiente para gerar energia para atender duas cidades do porte de Palmas. De fato, testemunha o prefeito Julhão, a usina vai transformar não apenas Pedro Afonso, mas toda a região central do Estado.

Hoje, estamos preparando o município e a região para dar suporte a este empreendimento. A nossa preocupação é que instalação do projeto da Bunge traga para a região o almejado desenvolvimento sustentável, com olhos nas questões ambientais, sociais e econômicas, oportunizando progresso e desenvolvimento para a população e economia local. O prefeito Julhão adiantou que até o final de outubro, será realizado um fórum de debates com a população, técnicos da empresa Bungue e do governo para debater o futuro que se espera para Pedro Afonso.

Fonte: Assessoria de Imprensa sen. João Ribeiro