Polí­tica

Foto: Clayton Cristus

Após terem sido protocolados e lidos no expediente da sessão matutina desta quarta-feira, dia 7, os planos de governo para o “mandato-tampão” foram apresentados pelos três candidatos na Assembleia Legislativa. A decisão pela explanação das propostas no plenário foi tomada pelos deputados para permitir que todos os presentes pudessem assistir aos discursos do governador interino, Carlos Henrique Gaguim (PMDB), e de Adail Carvalho (PSDC) e Joaquim Rocha (PHS).

Sorteado para iniciar os pronunciamentos, Gaguim concentrou seu plano de governo em temas como a melhoria da gestão pública, recuperação da infra-estrutura de serviços essenciais e desenvolvimento econômico e social. Dentre as propostas, o governador interino destacou a implantação da “Zona Franca Verde”, para atrair investimentos e gerar empregos, e a distribuição de ambulâncias para todos os municípios de Estado e para as Apaes.

O candidato do Partido Social Democrata Cristão, Adil Carvalho, mencionou uma série de objetivos gerais para o desenvolvimento tocantinense, como o fortalecimento da economia estadual, da segurança pública e a consolidação da identidade cultural tocantinense.

Mais específico, o ex-vereador de Palmas, Joaquim Rocha, do Partido Humanista da Solidariedade, argumentou sobre a necessidade de descentralizar a gestão pública. Em seu plano, ele propõe a divisão do Estado em 16 microrregiões, a formação de consórcios intermunicipais para viabilizar obras de saneamento básico e de um sistema integrado de informações para otimizar a comunicação entre as forças de segurança.

Fonte: Dicom/AL