Estado

Foto: Esequias Araújo

O governador Carlos Henrique Gaguim destacou a industrialização do Tocantins como fator principal da mudança de vida da população, durante lançamento da pedra fundamental do primeiro polo minero-químico do estado, pela empresa Itafós Fertilizantes, nesta terça-feira, 24, no município de Arraias. “A chegada deste primeiro pólo minero-químico muda tudo. Vamos procurar lançar mais indústrias, para que o Tocantins possa acelerar de vez o processo de industrialização”, afirmou o governador.

A Itafós Fertilizantes pretende produzir anualmente 500 mil toneladas de fosfato, que é um dos principais fertilizantes utilizados na agricultura. Com a instalação do complexo industrial, que receberá investimentos de R$ 500 milhões até 2015, serão gerados 600 empregos diretos.

Segundo o presidente da Itafós, Antenor Silva, 70% dos 22 milhões de toneladas de fertilizantes consumidos na agricultura brasileira são comprados em outros países. “Nosso objetivo é suprir a demanda por fosfato no País e, assim, desenvolver a agricultura brasileira”, afirmou. Silva disse também que a instalação da indústria de fosfato demandará a instalação de indústrias complementares na região. “Possivelmente mais de dez indústrias poderão complementar o processo de industrialização do fosfato, como a indústria de ácido sulfúrico”, disse o presidente da empresa.

Há cerca de cinco anos a Itafós já atua em Arraias, explorando uma jazida de fosfato e revendendo a rocha fosfáltica em estado bruto para os estados do Tocantins, Goiás, Bahia e Mato Grosso. O diferencial anunciado pela empresa é a industrialização do produto, agregando valor à produção e contribuindo para gerar mais divisas ao estado.

Para instalar o primeiro pólo minero-químico do Tocantins, a Itafós Fertilizantes está recebendo incentivos fiscais do governo estadual. Segundo o secretário estadual da Indústria e Comércio, João Telmo Valduga, o governo enviou à Assembleia Legislativa um projeto de lei com incentivos específicos para o setor de mineração. “O modelo proposto vai permitir que a Itafós e todas as demais indústrias de mineração recebam incentivos fiscais do governo estadual”, afirmou o secretário.

Segundo o deputado estadual Cacildo Vasconcelos (PP), a instalação da indústria de fertilizantes não traz somente renda e emprego para a população. “Produzir fosfato é também reduzir o custo da agricultura e o preço final dos alimentos”, avaliou o deputado, representante da região de Arraias.

Obras

Durante a solenidade, o governador Carlos Gaguim anunciou à população de Arraias a retomada de obras importantes ao desenvolvimento da região. A primeira delas é a pavimentação asfáltica da rodovia que liga Arraias à Depasa Indústria de Álcool e a retomada das obras de barramento do Rio Arraias. “Já garantimos a contrapartida e em breve as obras serão reiniciadas”, garantiu Gaguim.

O senador João Ribeiro (PR) destacou os esforços da bancada federal do Tocantins na obtenção de recursos para o Estado. “Já destinei por três vezes emendas para a construção do aeroporto de Arraias, mas os recursos voltaram. Agora temos destinados novamente a emenda e temos certeza de que em breve o governador assinará a ordem de serviço para o início das obras, disse o senador.

A solenidade contou com a presença do diretor do DNPM – Departamento Nacional de Produção Mineral, Miguel Cedrás, de representantes do Ministério das Minas e Energia e do Ministério da Agricultura. Também participaram do evento o vice-governador Eduardo Machado, os deputados estaduais Júnior Coimbra, Josi Nunes, Angelo Agnolin, José Viana, Sandoval Cardoso, além de secretários estaduais, presidentes de autarquias, prefeitos, vereadores e lideranças da região.

 

Fonte: Secom