Campo

Foto: Luciano Ribeiro

O incentivo à criação e ao consumo de peixe no Tocantins, nos últimos anos, ganhou dimensão relevante na piscicultura. O governo do Estado, por meio da Seagro - Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, completa, até final de 2009, o repasse de aproximadamente 2,2 milhões de alevinos e larvas de tambaqui para piscicultores do Estado. Ao todo, foram 476 produtores beneficiados de associações e comunidades rurais tocantinenses.

Nesta quinta-feira, 3, a Seagro continua com o repasse de mais 43 mil alevinos. A entrega acontece às 08h, no CPPPN - Centro de Produção e Pesquisa de Peixes Nativos, em Palmas. Na próxima semana, encerrando as atividades relacionadas à piscicultura, serão repassados mais 80 mil alevinos.

Segundo o coordenador de Aquicultura da Seagro, Alexandre Godinho, a doação dos alevinos estimula a produção no Estado. “A criação de tambaquis em viveiros é uma alternativa que pode ser explorada por grandes, médios e pequenos produtores rurais, organizados em associações e/ou cooperativas”, diz o coordenador.

Produção

Para impulsionar a piscicultura, foram desenvolvidas ações de políticas públicas nos últimos anos. Em 2008, foram produzidas 4,5 toneladas de pescado. Em 2009, a estimativa inicial seria produzir 5,5 toneladas. O Estado possui aproximadamente 400 piscicultores distribuídos em pelo menos 50 municípios. Hoje há um frigorífico de peixe em funcionamento, no município de Almas, na região Sudeste, e outros quatro estão em construção, sendo dois em Porto Nacional, um em Palmas e outro em Aliança do Tocantins.

Dados

Segundo dados da OMS - Organização Mundial de Saúde, o ideal é consumir, anualmente, 12 quilos de peixes, mas no Brasil este índice é de 7 quilos. “Números que abrem uma grande oportunidade para o aumento da produção”, lembrou o coordenador Alexandre Godinho, acrescentando que o mercado para a piscicultura é promissor e a produção ainda não é suficiente para atender ao mercado interno.

Fonte: Secom

Por: Redação

Tags: Alexandre Godinho, Piscicultura, Seagro, campo