Estado

Foto: Divulgação

O governador do Tocantins, Carlos Henrique Gaguim participou na manhã de ontem, sábado, 13, na cidade de São Paulo (SP), de reunião com um dos sócios diretores da empresa São Bernardo Recursos Minerais, Tibério César Menezes Ferreira. A reunião tratou da retomada dos investimentos da empresa no Estado. A São Bernardo é detentora de uma das maiores áreas de mineração de ferro do Brasil. São 420 mil hectares situados nas regiões de Monte do Carmo e Ponte Alta do Tocantins.

Segundo Ferreira, apesar de ter tido alguns problemas em razão da crise econômica mundial, a empresa volta agora ao mercado para desenvolver e dar andamento pleno a seus projetos. Além do momento econômico ser favorável, o governo do Tocantins vai dar todo o suporte necessário para as operações da empresa. “Estamos retomando nosso trabalho com o apoio fundamental do governo do Estado do Tocantins e com a participação de um novo grupo empresarial”, diz Ferreira.

Para o governador Carlos Henrique Gaguim, a retomada dos negócios da empresa no Estado significará a geração de inúmeros postos de emprego. “Estamos trabalhando em conjunto com todas as empresas que podem trazer novos investimentos para o Tocantins” afirmou o governador.

Jazida no Tocantins

No subsolo do Tocantins pode estar encoberta a maior jazida de minério de ferro do país ou mesmo das Américas. A área se inicia no território de Palmas, na Serra do Carmo, e se estende pela região Sudeste, até Ponte Alta do Tocantins, abrangendo outros municípios, como Aparecida do Rio Negro, Monte do Carmo e Santa Tereza do Tocantins. É uma jazida com aproximadamente 135 km de extensão por 40 km de largura, somando uma área total de 6 mil km². É estimada uma riqueza de aproximadamente 159 bilhões de toneladas do minério.

A empresa mineradora investiu seis anos em pesquisa. Pelos números já apontados, a mina supera, em muito, o tamanho da jazida de minério de ferro da Serra de Carajás (PA).

 

Fonte: Secom