Geral

Foto: Divulgação

O estoque do Banco de Leite Humano do Hospital de Referência Dona Regina nesta quinta-feira, 25 de março, é de apenas 2,5 litros de leite pasteurizado. O Banco faz uma convocação solidária para todas as mães de Palmas que estão amamentando para doar o leite excedente. O leite será usado na alimentação de bebês prematuros internados na UTI (unidade de tratamento intensivo) e UI (unidade intermediária) do Hospital.

Para atender aos 24 pacientes da UTI e UI neonatais é necessária a arrecadação de 8 litros por dia. Como o volume coletado é inferior à demanda, que seria de 270 litros de leite humano por mês, são priorizados os bebês em situação mais grave. Hoje, apenas 12 bebês tomam exclusivamente o leite materno, os demais são alimentados com fórmula em pó (elaborada a partir do leite de vaca).

A nutricionista Walkíria Sousa Pinheiro dos Santos, coordenadora do Banco de Leite, lembra que a doação não prejudica a alimentação do próprio filho, uma vez que somente o leite excedente é coletado e sempre após a mamada do bebê. O leite vai sendo estocado em casa, no congelador, até completar o volume de um vidro, que varia de 250 a 500ml. Quando o vasilhame está completo, é enviado ao Banco de Leite. Para manter a qualidade, esse período não deve ultrapassar 10 dias.

Para facilitar a doação, as voluntárias podem contar com apoio do projeto Bombeiro Amigo do Peito. Na primeira visita, os bombeiros vão até a casa das mães levando um kit com touca, máscara e o vidro coletor e prestam as orientações necessárias para a ordenha e o armazenamento do leite. Nas visitas seguintes, os bombeiros buscam o leite já coletado e congelado e levam até o Banco. A visita dos bombeiros pode ser solicitada pelo telefone 0800 6464 8282, no período das 7 às 19 horas.

Processo

Ao chegar ao Banco de Leite, a doação passa por um controle de qualidade, por meio de exame microbiológico. Dois dias após o exame, caso esteja apto, o leite é pasteurizado e estará pronto para ser consumido pelos bebês. O leite pasteurizado pode ser armazenado por um período de até seis meses, em freezer.

O Banco de Leite conta com a solidariedade das mães para criar um estoque que possibilite atender a demanda de todos os bebês do Hospital. Atualmente, o cadastro conta com 180 doadoras ativas, mas é necessário que novas voluntárias se habilitem constantemente, pois o período de doação restringe-se aos meses em que o filho é amamentado.

Fonte: Assessoria de Imprensa Corpo de Bombeiros

Por: Redação

Tags: Banco de Leite, Hospital Dona Regina