Geral

O presidente da Associação Tocantinense de Municípios (ATM), prefeito Valtenis Lino da Silva (PMDB), reconheceu que a iniciativa do governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB), de por fim à proposta que cria o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) representa equilíbrio e bom senso do Palácio Araguaia.

Para Valtenis qualquer projeto que dentro desse contexto de afirmação do Estado, venha demandar altos investimentos sem perspectiva de retorno social e econômico não pode ter o aval da sociedade e das entidades classistas, sobretudo se não passar pelo crivo de uma ampla discussão democrática.

O prefeito salienta que o Tocantins ainda é carente de investimentos sociais, e que a recente crise econômica deixou marcas insanáveis. “As feridas provocadas nos municípios tocantinenses, por conta da crise econômica internacional ainda não foram cicatrizadas. Sendo assim, os investimentos de maior urgência que necessitamos são em obras públicas, que venham gerar desenvolvimento e bem estar social”, ensina.

Está previsto para os próximos dias uma reunião com a diretoria da ATM, na qual vai ser proposto ao governo a criação de uma Escola de Gestão Pública, com vistas à formação de gestores e profissionais do quadro funcional dos municípios. Para os prefeitos, esse será um mecanismo que vai permitir aos municípios terem um quadro técnico aparelhado para viabilizar projetos tanto junto ao governo federal como a instituições internacionais.

Fonte: Assessoria de Imprensa ATM