Geral

Foto: Marcio Di Pietro

O Tocantins registrou um crescimento de 41,5% no volume de vendas no mês de fevereiro deste ano, no comparativo com o mesmo período de 2009, ficando em primeiro lugar entre os estados que mais aumentaram suas vendas, seguido de Rondônia (32,7%), Acre (24,8%), Mato Grosso (20,3%), Sergipe (18,5%) e Ceará (18,3%). Os dados – divulgados nesta quarta-feira, 14, - são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e revelam ainda que o Estado também foi destaque na variação de vendas quando comparado ao mês de janeiro de 2010, com incremento de 37,7% no setor varejista.

Para o governo do Estado, essa é uma resposta às intensas ações que buscam atrair novas empresas para o Tocantins. “O resultado positivo é fruto da atração de indústrias e investidores, que injetam recursos na economia local, gerando renda para população que, consequentemente, vem aumentando seu poder de compra”, afirma o governador Carlos Henrique Gaguim.

Em fevereiro de 2009, o Tocantins registrou queda de 1,7% no volume de vendas, resultado que quando comparado ao índice de 2010, demonstra o quanto o mercado varejista estava estagnado naquele período.

Além dos incentivos fiscais, o Governo do Estado promove missões empresariais no intuito de levar empresários locais para atualizar seus conhecimentos e também de mostrar para o mercado externo as potencialidades do Tocantins. A exemplo disso, atualmente, o governador está em missão oficial à China, onde buscará investidores para o Estado.

De acordo com João Telmo Valduga, secretário estadual de Indústria e Comércio (SIC), o último ano foi marcado pelo aumento da competitividade no mercado local. “Além do aumento do poder de compra das classes C e D, é importante ressaltar que houve uma redução significante nos preços praticados em Palmas e também no Estado. Isso porque a vinda de novas empresas – aumento da oferta – pressiona os preços, levando a uma maior competitividade”, pontua.

Somente no último ano e início de 2010, três grandes hipermercados atacadistas foram inaugurados em Palmas, lembrando ainda que está previsto para agosto desse ano a inauguração de cerca de 130 lojas no Capim Dourado Shopping.

Valduga atribui o crescimento nas vendas do varejo, ao esforço do Governo do Estado em atrair não só grandes empresas do setor, mas também em fomentar a industrialização das matérias-primas tocantinenses dentro do próprio Estado. “Temos bons exemplos de empresas que já utilizam da produção local, o que reduz custos e facilita a venda, como é o caso do Extra, Atacadão e Makro, que já adquirem alguns produtos tocantinenses”, lembra.

Setorial

No Brasil, assim como no Tocantins, o segmento de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo foi responsável pela maior contribuição no volume de vendas, com variação de 11,5% em fevereiro sobre igual mês do ano anterior.

Fonte: Secom