Geral

A recente divulgação do aumento da tarifa de água por parte da Companhia de Saneamento do Tocantins (Saneatins) reacendeu discussões na Câmara Municipal de Palmas sobre as atividades da empresa e a taxa de esgoto cobrada, que atualmente alcança 80%. O vereador Aurismar Cavalcante (PP) ressaltou em entrevista ao Conexão Tocantins, nesta quarta-feira, 5, a necessidade de desprivatizar a empresa.

Cavalcante destacou que a desprivatização representará um ganho para todo o Estado, na medida em que será possível receber verbas do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) o que resultará numa diminuição da tarifa para o consumidor.

Outro ponto que tem sido questionado com frequência é a criação da agência reguladora dos serviços prestados pela Saneatins, que é de responsabilidade do poder público.

Cavalcante afirmou que está reunindo a documentação necessária para entrar com uma ação no Ministério Público relacionada ao aumento da tarifa da empresa. O aumento foi autorizado pelo Agência Tocantinense de Regulação (ATR) após a solicitação da Saneatins feita em novembro do ano passado.