Estado

Foto: Esequias Araújo

O governador Carlos Henrique Gaguim participou, na noite desta última quinta-feira, 21, da abertura oficial da 29ª Expoagro de Miracema do Tocantins, que, desde o dia 14 deste mês, vem expondo bovinos, veículos e equipamentos agropecuários no Parque de Exposição Capitão Vaqueiro. Acompanhado pelo prefeito da cidade, Junior Evangelista, pelo presidente do Sindicato Rural do município, Frederico Sodré dos Santos, e por diversas representações políticas, militares e da sociedade, o governador afirmou que todo evento que gere avanço ao Tocantins tem o apoio do governo.

“É meu dever, como governador, apoiar toda atividade que crie oportunidades de novos empregos e de fazer circular um capital financeiro favorável à população. Os fazendeiros e chacareiros daqui e da região terão sempre o meu apoio quando desejarem realizar eventos que promovam desenvolvimento”, disse o governador.

Segundo a organização do evento, esta edição da Expoagro conta com 22 estandes de expositores que iniciaram, somente a partir da quinta-feira, as negociações e vendas dos animais (gados de leite e corte; carneiros) e dos equipamentos expostos. Para o presidente do sindicato rural de Miracema, a realização da feira agropecuária só se torna possível com a colaboração do Governo do Estado. “Um evento como este é primordial para a economia local. Com a venda de gado, por exemplo, os fazendeiros contratam mais pessoas, e isto gera um capital de giro na região. Pela grandeza da Expoagro e pela dificuldade que é organizá-la, o apoio oferecido pelo governo é de suma importância para que ela ocorra; sem ele, não seria possível realizá-la.”

Ponte

Durante o evento, o governador Gaguim ressaltou que tem um compromisso com Miracema do Tocantins e que, por isto, não medirá esforços para agilizar a construção da ponte que ligará o município a Palmas, popularmente conhecida como Ponte da Promessa. “Temos uma dívida com Miracema, que foi a primeira capital tocantinense, e segue sendo uma cidade de progresso. Vou trabalhar 24 horas por dia para, dentro de 45 dias, providenciar os pilares da tão aguardada ponte para Palmas”, finalizou Gaguim.

Fonte: Secom